Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Entendimento

Época natalina para poucos é mera mercadologia. Concordo. Mas por que não usufruir a alegria das pessoas, que é a mesma que tivemos quando esperávamos por Papai Noel?

Infelizes sempre houveram e sempre haverão. Pensar numa paz total mundial, na perfeita solidariedade humana, na tolerancia imensa aos diferentes conceitos, é tolice. Pensadores já demonstraram o lenitivo que existe entre o ruim e o pior e nossa incapacidade à felicidade pura sem comparar o infortúnio de outrem.

Em compensação a nossa natural compulsão por viver nos leva a criar ilhas em que alguns por algum tempo se tornam o homem utópico ao seu próximo e vice-versa. Tolices são compartilhadas e éticas são aprimoradas daí.

O Recanto é uma dessas ilhas. Praticamente temos época natalina o ano inteiro. Aqui é possível impossíveis diálogos, ignorar a provocação e por osmose se tornar, no mínimo, um ser mais requintado.

Sou bem humorado e no entanto escrevo barbaridades que nenhum amigo meu próximo já leu, com exceção da sra. Raferty e os daqui do Recanto.
Sou tímido ao vivo. No palco do Recanto sou um rockstar. Pergunto: será que esses novos tempos de comunicação nos levará mais próximo do que seja o Shangri-La? Será que iniciativas como o Recanto das Letras poderão prolongar o sentimento natalino das pessoas? Sim, com todo meu cinismo, acredito que sim.
Raferty
Enviado por Raferty em 07/12/2005
Reeditado em 07/12/2005
Código do texto: T82252
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Raferty
Santos - São Paulo - Brasil, 58 anos
76 textos (12893 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:41)
Raferty