Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O que podemos dar de presente ao Menino Jesus ou ao Papai Noel neste Natal?

                                        Terezinha Pereira

Papai Noel é um presente na vida da criança. É um mito de natureza simbólica, de universalidade, cuja história vem sendo transmitida pela tradição oral e também escrita  através dos tempos. Tem caráter fictício, fantástico, misterioso. Costuma usar como meio de transporte um trenó  puxado por algumas renas e entra nas casas pela abertura da chaminé.
Hoje, no Brasil, quase não se vê mais chaminés, pois fogões de lenha estão em desuso e lareiras são vistas somente nos lugares mais frios. Em diversas lojas, o Papai Noel é visto distribuindo balas para as crianças. Porém,  o esperado Papai Noel da noite de Natal é outro. É o invisível, é o da fantasia.  O que passa em nossas casas depois da meia noite, quando as crianças estão dormindo,   carregando um saco vermelho cheio de presentes. Saco mágico,  onde cabe   tudo junto: a bicicleta enorme do Mateus, a patinete da Maria Fernanda, o velotrol do Joaquim, a coleção de livros, de  canetas e de jogos da Ana Luísa, o castelo e a boneca gigante da  Júlia, a mesa com cadeira da Gabriela, a coleção de mamadeiras do Eduardinho. Ah!  o espertinho que resolver esperar este Papai Noel dormindo com um olho só, corre o risco de ficar sem presente. Quem se aventura?
São Nicolau, viveu pelos anos de 280 a 350, depois de Cristo. Segundo contam, ele ofertou tudo que tinha aos pobres para tornar-se bispo e  foi muito generoso com as crianças.  Dizem que este santo deu origem à lenda do Papai Noel. São Nicolau foi muito querido na Itália onde viveu e se  tornou conhecido e respeitado na  Holanda, na Inglaterra e em outros países da Europa. Por ocasião da emigração  européia para  Estados Unidos, os holandeses levaram a devoção por São Nicolau, que acabou por se tornar o “guardião de Nova York” . Conta-se que naquela ocasião, São Nicolau, o “Santa Claus”, era apresentado como um homem  velho, gordo, muito generoso, sempre a sorrir, vestido com roupa vermelha e chapéu. Dizem que sobrevoava  os lugares graças a um cavalo voador que puxava um trenó mágico, enfeitados por pequenos sinos. Costumava presentear as crianças, que naquela época passavam por dificuldades em terra estrangeira, atirando-lhes brinquedos e coisas gostosas pelas chaminés. Os tataravós de nossos tataravós, lá na Europa, foram passando a lenda por diversas gerações e esta ,  espalhada pelo mundo, chegou até nós com esta imagem que vemos pela cidade, no cinema e na televisão:  um velho de barbas brancas, gordo,  roupas,   gorro e saco vermelhos, portando alegria para grande e pequenos. O trenó puxando por renas fica na nossa imaginação. Bem idoso este Papai Noel, não? Se hoje Papai Noel não é mais uma figura religiosa, é um grande símbolo do Natal, festa cristã, ligada às  comemorações do nascimento de Jesus_ festa maior da cristandade e sentida até pelos não cristãos.
Embora neste período natalino costumamos ver muito de formalidade, de consumismo,  podemos ver também movimentação dos fiéis nas Igrejas, tanto na preparação como no momento da realização da liturgia da noite, da Missa do Galo  e do dia do Natal.  Muitos ainda preservam a essência do Natal que é a de  um Deus que nasce de uma mulher chamada Maria, numa gruta de Belém, para resgatar a humanidade. Um Deus que se deu a nós como um grande presente.  Para festejar a vinda deste Deus valem as luzes, as cores, as árvores, os sinos, os anjos, a ceia,  os belíssimos presépios montados nas residências, nas igrejas ou  nas casas comerciais, o Papai Noel, os presentes. Valem também as vozes, os sons dos instrumentos, como o que ocorreu nas magníficas apresentações da última quarta-feira,  sob o comando da maestrina Juliana Grassi na Igreja de São Francisco e do maestro Júlio Saldanha, Igreja de Nossa Senhora das Graças.
No entanto, vale também perguntar ao Menino Jesus, ao Papai Noel, o que cada um deles gostaria de   ganhar neste  Natal. Você já pensou nisto?  Não seria este o momento de perguntarmos ao Papai Noel, ao Menino Jesus,  se gostariam de receber de nós um muito obrigado e  uma promessa de paz, de alegria, de harmonia, de amor ao próximo e à natureza que graciosamente nos foi dada?

***
Desejo a todos os leitores deste Recanto encantado um ma-ra-vi-lho-so Natal!!!!!!!

 
Terezinha Pereira
Enviado por Terezinha Pereira em 17/12/2005
Código do texto: T87036
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Terezinha Pereira
Pará de Minas - Minas Gerais - Brasil, 68 anos
124 textos (52877 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:09)