Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

* Ex-Eu Mesma"

**************************************************
"Sinto muito! Não foi minha intenção, eu estava enganada, foi td um grande engano, um mal entendido, sabe como é, né... "

Isso é horrível... Deprimente, indecente, um verdadeiro "balde de agua fria" em qualquer estação, primavera ou verão...

A palavra "Não" em alto e bom som, quase mata, engasga, esmaga...

**************************************************
Nem sei pq escrevi isso... kkkkkkkkkkkkkkkk

Jesus! Me ajude! Começo de ano e nada na cabeça... Como que pode?

Tô aqui, ouvindo música, lendo muito,  deletando muito tb... E nada que preste sai desta mente evoluída, contudo um tanto insana.

Estava observando o Orkut da minha filha e passeando pelas comunidades, achei (lógico que procurei) uma comunidade de ex-alunos de um ex-colégio meu...

Olhando os perfis, até achei ex-colegas, alguns ex-amigos, ex-amores (Deus! Eu passei um ano apaixonadííííííssima por um ex-professor!rs)

Daí fiquei lendo o perfil de cada um e minhas lembranças foram tantas, tantas que quase tive um derrame... Nossa!!! Como mudamos...

Nossos sonhos, nossos delírios, nossas metas, não vi ninguém alí que chegou onde queria, embora alguns tenham chego além do que imaginaram... Outros, nem tanto...

Mas uma coisa é certa, ninguém esqueceu a Dona Bê, nossa professora do primário (Ainda existe "primário"?rs) Caraca! A mulher era a maior figura! Sapatilhas douradas para dar aula e óculos de aro de tartaruga com lente verde, um verdadeiro horror...

Dela guardo na memória o dia que ela me acertou o apagador na cabeça, os puxos de orelha (literalmente!) e sua mania de dizer que "esse é o último ano que darei aula!"... Que mentirosa era a Dona Bê...rs Me deu aula na 1ªSérie, depois na 4ª, e qdo estava na 7ª ela ainda jogava apagadores nas cabeças mais desavisadas...rs Grande criatura. Que saudade!

Achei tb um nome conhecido, bom, na verdade, muuuito conhecido, o nome da minha ex-melhor amiga, morava num ex-condomínio onde eu tb morava, alí cresci e aprendi coisas que até Deus duvida...

Aprendi que ir na casa de uma amiga sem avisar a própria mãe, era crime inafiansável e rendia uma semana toda de castigo. Aprendi tb que se eu não arrumasse meu quarto, meu pai desceria e brincaria com meus amigos, enqto eu olhava escondida pela janela.

Um dia joguei um short vermelho pela janela sem querer, no meio da "arrumação" e isso me ensinou que jogar roupas da janela do 4º andar pode ser mais perigoso do que parece... :+(

Aprendi coisas que preferi esquecer, quardar num baú para qdo for repetir, saber distinguir o "gostoso" do "amargo". E lembrar do que era doce.

Aprendi que qdo nos mudamos, o mundo todo muda e suas raízes se desprendem e td vira ex. Ex-amigos, ex-prédio, ex-escola, ex-vizinhos, ex-cama, ex-sonhos e promessas que jamais se cumpriram... "A gente se vê!", "Vou visitar vc!", "Nunca vou te esquecer!" E por aí vai...

Besteira.

Td isso já tinha virado ex-promessas, só eu não percebi.

Bisbilhotando um pouco mais, vi que a garota baixinha de cabelo ruim tinha virado "advogada"... Puxa! Isso me deu um certo desespero...

Eu virei uma ex-futura jornalista frustrada...

Ví que muitos dos que passavam as noites (curtas de pré-adolescente dos anos 80) já foram promovidos para o andar de cima, e me recordo com um sorriso tímido dos momentos engraçados, das brincadeiras e dos palavrões que de tão inocentes, hj se os ouço, parecem melodias...rs

Ví que minha ex-melhor amiga desapareceu! Como pode? Ela era minha quase irmã!!! Pensei que a veria na capa de uma revista famosa... Ela era linda! Me dava orgulho (as vzs raiva tb), mas era lindíssima... Não esteve em nenhuma capa de revista... Parece que era secretária, depois nunca mais soube... Se perdeu... No tempo, e vez ou outra, retorna nas minhas memórias com força total, e vejo seu sorriso grande e seu nariz arrebitado, de cabelo preto e olhos penetrantes...

Como estaria agora? Me divirto imaginando ela gorda, cheiade filhos, 5 pelo menos, um marido cachaceiro, ou coisa do gênero...rs Não que desejasse isso, não isso jamais. Mas... Ela tinha mesmo que ser tão linda e atrapalhar minha vida?rs

Sinto saudades...

Meu pai vai querer minha cabeça qdo souber que destrui meu poster de 1 metro... Já não suportava ver aquela garotinha bochechuda e com orelhas de abano, sorrindo pra mim...rs Olhava e me dava pânico! Não parecia ser eu...

Até aquela garotinha da foto parece que se perdeu... É eu mesma, em formato "ex"... Que estranho isso... As vzs tento revê-la, mas não chego nem perto... Inocente, pura, ingênua, sonhadora, infantil, criança, feliz... Se perdeu como todo o resto, e hj também se tornou "ex".

 

Minha cabeça não funciona. Ex-cabeça...rs

DanielaVS
Enviado por DanielaVS em 19/01/2006
Reeditado em 06/02/2006
Código do texto: T101101

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar: Daniela V.S. - www.euescrevinhando.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
DanielaVS
Caraguatatuba - São Paulo - Brasil, 43 anos
38 textos (5372 leituras)
1 áudios (3218 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:41)
DanielaVS