Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Biscoitos Amanteigados





BISCOITOS AMANTEIGADOS



Uma xícara de chá é sempre uma xícara de chá. Um pedaço de bolo é sempre um pedaço de bolo. Mas, agora, olhando para esses biscoitos amanteigados eu vejo algo mais do que apenas biscoitos amanteigados. Eu vejo a vaca que deu o leite para serem feitos os biscoitos amanteigados. Eu vejo a plantação de trigo da qual foi retirado o trigo para serem feitos os biscoitos amanteigados. E assim é, às vezes. Sentado aqui, no canto, às vezes vejo pessoas e coisas. Apenas pessoas e coisas. Mas, às vezes, vejo biografias ambulantes e pães de bisnaga com uma história de vida mais interessante que a minha.
Por exemplo, esse garçom que está me trazendo mais uma xícara de chá de maçã: é um infeliz garçom que vive a trazer xícaras e mais xícaras de chá de maçã. A mulher sentada na mesa ao meu lado: uma ninfomaníaca selvagem pronta para saltar de onde está e atacar alguém ou algo que ela ache sexualmente atraente. A outra mulher sentada ao seu lado: uma mulher com um vestido vermelho. Apenas uma mulher com um vestido vermelho. Não vejo felicidade, tristeza, angústia, prazer. Vejo uma mulher sentada ao lado de uma ninfomaníaca selvagem e vestindo um vestido vermelho.
A mulher que está entrando pela porta: é uma coitada, sexualmente frustrada pelo marido, infeliz no casamento e ansiosa em pedir a separação. Olhos tristes, cabeça pendendo para o lado esquerdo, andar arrastado. É a encarnação da pré-suicida.
Impressionante essa capacidade de ver e não ver. De perceber e não perceber. É realmente uma característica minha da qual me orgulho muito. Não é qualquer um que consegue penetrar na mais profunda escuridão sem luz dos segredos pessoais das pessoas.
A tal mulher que estava entrando pela porta, obviamente não está mais entrando pela porta. Está caminhando, caminhando, caminhando e se aproximando, se aproximando, se aproximando...Reconheço! Minha mulher! Coitada, sexualmente frustrada pelo marido, infeliz no casamento e ansiosa em pedir a separação...
A dádiva de ver o que não se vê é maravilhosa, mas às vezes deve ser restrita a biscoitos amanteigados.
Pedro Willmersdorf
Enviado por Pedro Willmersdorf em 19/01/2006
Código do texto: T101110
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Willmersdorf
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 28 anos
5 textos (305 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:13)