Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cético não, apenas realista...

Quando nasce o sol, sempre se acorda com a esperança de que o dia que está por vir será melhor que o anterior, que depois da tempestade sempre vem a bonança, que um dia é da caça, mas o outro é do caçador ...Bem, e quando todo esse otimismo de livro de auto-ajuda se esvai, escorre pelas nossas mãos? Quando todos vemos que a cada dia a bola, que neste caso não é de neve e sim de algo nada adequado para ser incluído numa crônica, aumenta, aumenta e passa por cima de nós...
Não se trata da política, do governo, dos Estados Unidos....falo de nossos problemas diários, pessoais, familiares. Esses problemas, cá entre nós, são muito mais importantes que qualquer mensalão.
É assim que funciona: quanto mais se cria expectativa, maior a decepção. E não se deve considerar essa pseudo-tese como um atestado de ceticismo, e sim de realismo. Um realismo que não deixa de ser cético, mas que abre os olhos para que todos tenham uma vida mais tranquila, sem grandes desilusões...O lema ideal para se viver nos dias de hoje, com as pessoas com as quais convivemos vem da boca do célebre Barão de Itararé: "de onde menos se espera é que não sai nada mesmo". Fazer o quê?
Pedro Willmersdorf
Enviado por Pedro Willmersdorf em 21/01/2006
Código do texto: T101997
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Willmersdorf
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 28 anos
5 textos (305 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:17)