CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

FALANDO DE CULTURA

                             
FALANDO DE CULTURA

          Nestes últimos anos, uma nova forma de estudos sobre a pessoa humana, teve grande desenvolvimento. Essa nova forma se propõe descobrir quem é o ser humano não através do estudo de sua estrutura física ou das suas faculdades espirituais, mas mediante o exame de seus produtos culturais, ou seja, do meio cultural em que a pessoa vive.
          Da cultura foram dadas e podem-se dar várias definições. Na enciclopédia filosófica são apresentadas duas: Uma para a cultura considerada do ponto de vista objetivo. Desse ponto de vista subjetivo, a cultura é o exercício das faculdades espirituais, mediante o qual elas são colocadas em condições de dar os frutos mais abundantes e melhores que sua constituição natural permita. Nesse sentido, cultura equivale ao conceito platônico da Paidéia, ou seja, EDUCAÇÃO.
          Do ponto de vista objetivo, a cultura são frutos adquiridos pelo ser humano mediante o exercício das suas faculdades, sejam espirituais ou orgânicas. Esse segundo significado é muito mais comum do que o primeiro e é nesse sentido que o artigo quer trabalhar.
          A Cultura é a forma da sociedade, é um ajuntamento de indivíduos mantidos juntos por necessidades do momento; por outro lado, quanto mais forte é uma cultura tanto mais completamente enforma a sociedade e transforma os diversos materiais humanos, dos quais é composta. A cultura, portanto, é uma série de atributos e produtos das sociedades humanas, e então do gênero humano, que são extra-somáticos e transmissíveis por meio de mecanismos diferentes da hereditariedade biológica. É um conjunto de significados e valores que fazem um modo comum de vida de um grupo, pelo que existem tantas culturas quanto são os conjuntos desses significados e valores.
          A Cultura é então, um fenômeno complexo e a melhor maneira para entendê-la é a de fixar suas principais características que são: origem, forma e finalidade.
Origem = a cultura é humana, social e laboriosa. Humana enquanto produto de Deus. Ela é uma realização humana, é obra da mente e das mãos das pessoas, não é o resultado de apenas um ser humano, mas de todo o grupo. É uma hereditariedade social que o homem recebe e transmite. Não surge e nem é transmitida mecanicamente, automaticamente, instintivamente, mas a partir de uma caminhada histórica.
Forma = a cultura é sensível, dinâmica, múltipla e criativa. Ela é sensível quando as manifestações culturais revestem-se de aspectos que são perceptíveis pelos sentidos. A música, a arte, a religião, a filosofia, etc. Ela é dinâmica quando é contínua e transformadora.
Finalidade = a sua glorificação, o seu auge, o seu objetivo, a sua meta final.
Na escola onde eu trabalho, quando os alunos ficaram sabendo que eu dominava uma língua estrangeira, log disseram: “- o tio Acácio também é cultura”. Imediatamente respondi a eles: “- Um povo que não tem cultura, torna-se um povo sem estrutura. Importar cultura não significa que seja um ato cultural. Falar uma língua estrangeira ainda não é cultura. Cultura é mais do que isso. É  preservação dos costumes, da fé, dos desejos, das aspirações, do modo de ser, de manifestar e de viver de um povo.
É isso!


Acácio
Acácio
Enviado por Acácio em 06/06/2008
Código do texto: T1022372

Comentários

Sobre o autor
Acácio
Pouso Alegre - Minas Gerais - Brasil, 48 anos
245 textos (87304 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/14 07:42)