Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Noites de Magia!

Quando era criança, minha avó sempre nos reunia para contar estórias.

Era uma grande contadora. Interpretava, gesticulava, encenava. Fazia enfim, entrarmos em um mundo maravilhoso de fantasia do qual saíamos somente quanto a nossa mãe chamava nossa atenção.

Como isso acontecia geralmente à noitinha, era sempre na hora de ir para a cama. Continuávamos a noite pensando na estória. Às vezes com medo. Outras, nos imaginando montados num cavalo branco espetando o dragão na Lua, como fizera são Jorge. Era uma das minhas favoritas.

Mas havia a de bruxas. Elas voavam rápido na noite de lua.

Sua sombra passeava pelos campos, enquanto viajavam em suas vassouras a procura de crianças que usariam em suas poções.

Invariavelmente, poções para conquistar um amor perdido ou conseguir demonstrar mais poder que uma rival.

Atraíam as crianças com encantamentos. Músicas, danças, doces, presentes, etc. Sempre tinham alguma coisa atrativa tinham em mãos, para oferecer. Ou simulavam através de mágica ou ilusionismo.

Nesse momento, minha avó se levantava e encenava. A risada da bruxa e a voz fina e "engripada" sempre eram imitadas, trazendo um charme especial á estória.

Perguntávamos como era o encantamento. E ela sempre imitava algo. Palavras mágicas, feitiços em maçãs ou pedaços de bolo. Não faltavam os rabinhos de lagartixas e asas de morcego. Sangue de cavalo e bigode de gato então, tinha que estar em todos. Sem perceber, ficávamos realmente encantados.

A querida vovó deixava-nos dia-a-dia, importante tesouro para uso eterno. Construíamos a cada momento, riqueza inestimável no campo do desenvolvimento individual.

Estou falando de humilde senhora, iletrada. Nascida de mãe italiana imigrante e pai mulato da velha Minas Gerais. Contudo, espírito antigo, com muitas experiências de dores e amores e apesar de suas limitações, dotada de excelente capacidade de encantar os pequenos espíritos encarnados em sua missão de aprendizado neste planeta de expiação e provas.

Agradeço a Deus a bondosa companhia que tive durante 23 anos de minha vida e peço a Jesus que a acompanhe em sua caminhada permitindo nos encontremos futuramente para um fraternal abraço.
Mauricio Gonçalves de Moura
Enviado por Mauricio Gonçalves de Moura em 26/01/2006
Reeditado em 26/01/2006
Código do texto: T104196

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mauricio Gonçalves de Moura
Bauru - São Paulo - Brasil, 54 anos
22 textos (3414 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:53)
Mauricio Gonçalves de Moura