Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pão e circo para o povo.



Hoje me deparei como um citação que foi feita há muito tempo pelo imperador romano Vespasiano, mentor da construcão do coliseu. Disse ele: “Pão e circo para o povo”. E o incrível é que essa frase está até os dias de hoje tão vívida na nossa civilização, mesmo sendo moderna, mesmo já termos ido à lua, mesmo com tanta tecnologia, estamos mais e mais vivendo num gigantesco circo, onde várias atrações nos são expostas, muitas delas absurdas e bizarras como no coliseu da Roma antiga.
Nos deparamos com coisas fúteis e inúteis que nos são ofertadas a preços muitas vezes absurdos. Vivemos ainda em castas sócias, da mais alta a mais baixa, dividas por status sociais como na antiga Roma.
Vivemos o circo de escândalos políticos, celebridades instantâneas (que não tem realmente nada de interessante ou relevante em suas trajetórias de vida que nos possam acrescentar algo de bom), e continuamos encantados e sem nenhuma reação ao vermos os gladiadores modernos que se valem do discurso inútil, promessas impossíveis de cumprir, mentiras cada vez mais escandalosas ou simplesmente exibem um corpo sarado fazendo caras de maus ou poses de deusas.
Até quando iremos continuar engolindo os comerciais apresentados na televisão, os discursos políticos mentirosos, as CPis ( que não resultam em nada ), as músicas cada dia de mais mau gosto?
Existem pessoas no mundo todo que realizam excelentes trabalhos em todas as áreas desde a cultura a assistência social, mas estamos cada vez mais paralizados com espetáculos circenses, gastamos mais tempo em frente à TV vendo as gatinhas com camiseta molhada, o tira a roupa das novelas, que deixamos de buscar o fundamental para nós seres humanos que é o conhecimento e a evolução pessoal e social.
Até quando continuaremos a assistir espetáculos circences de mau gosto?
E viva o bom e velho circo e a todos os palhaços que continuam fazendo brilhar o riso inocente na boca das crianças!!!
Adriana Grivot
Enviado por Adriana Grivot em 20/06/2008
Código do texto: T1043451

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Adriana Grivot
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
44 textos (11365 leituras)
1 e-livros (53 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/12/14 15:16)
Adriana Grivot



Rádio Poética