Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como todos deveriam ser

Gostaria de encontrar alguém por quem valesse morrer. Alguém por quem viver. Alguém que fizesse valer cada minuto de minha vida, sem me importar com presente futuro e muito menos passado.

Gostaria muito que todas as pessoas que eu gosto, gostassem de mim na mesma intensidade. E que elas pudessem até sentir minha falta, sentir saudades, e que eu realmente marcasse suas vidas, como elas marcam a minha. Valorizando os meus sentimentos e os de todos os que estão a minha volta.

Resolvi, ter SEMPRE o sorriso no rosto. Tendo motivos ou não para sorrir. E que mesmo não tendo motivos para sorrir, que eu possa transmitir a alegria necessária a todos que venham a mim. E que todo o meu esforço de ser melhor, possa encontrar em teu ser, a renúncia necessária para a nossa melhora, para o nosso progresso, para o nosso aprendizado. Gostaria de ter a certeza que faço a diferença. E se não fizer, que ao menos encontre quem me diga onde estou errando, e que me aceite e acompanhe por este caminho ora de pedras pontiagudas, ora de mármore brilhante.

Quero fazer parte do Mundo, e quero que o mundo faça parte de mim. Quero mostrar que o amor ainda existe, e que meu "romantiquismo" possue outros adeptos, ou melhor, muitos adeptos. Que infelizmente teêm medo de expor o que sentem, teêm medo de simplesmente sentir. Mostrar que ninguém é melhor do que ninguém, e que simplesmente estamos todos em uma escadaria. Uns mais acima, outros mais abaixo. Mas todos na mesma escadaria da vida.

Mostrar que vale a pena acreditar nas pessoas. Que todos merecem a chance de serem felizes e de fazerem uma pessoa feliz. E que ninguém tem o direito de atrapalhar isso. Ninguém tem o direito de magoar, ferir e malsinar, mesmo com o subterfúgio de ser o melhor a ser feito.
Que a minha esperança não finde. Pois, eu tendo esperança, tudo florescerá ao meu redor. Minha esperança será o alimento dos meus dias. O alimento de minha vida. E que a liberdade que a sinceridade traz seja dona dos meus lábios. E que me dê o momento certo de dizer as pessoas o que é necessário ser dito, sem medo de ferir, pois estarei dando o meu melhor, mesmo que ela não entenda ser o melhor.

Quero afirmar a todos que viver não é em vão! Que existe sim o tão falado amor! E que ele está onde insistimos em não procurar, e que ninguém, ninguém tem o direito de lhe dizer o contrário. Dizer a todos: Eu plantei minhas boas sementes. E colhi o melhor!! Sempre!! E você, o que deixou? Que semente plantou?
Laine
Enviado por Laine em 28/01/2006
Código do texto: T105288
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Laine
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 34 anos
58 textos (37787 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:24)
Laine