Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MULHER NOTA MIL

Evaldo da Veiga


Ninguém faz amor com mulher que vive somente
pra ser bonita, faz sexo, e muito mal.

Na ansiedade pelo primeiro encontro, o ponteiro
do relógio não anda. 

Depois do primeiro gozo, visão do "corpo perfeito" 
que visto de perto já não é atração, vê-se que aquela carne de "primeira" tem menos sabor do que o da mulher sacolejada.

Só é mulher boa a que busca resultados através
do esforço e, por decorrência, pega o homem como brinde.

Mulher doméstica, ou a que luta na rua, mulher que dê o melhor
 de si em qualquer lugar , todas são boas de se namorar. 

Mas a mulher que tem como o melhor
atributo a beleza física, e vive de exposição,
muitas vezes, após o primeiro gozo, já não dá mais tesão. 
Fica mulher com gosto de nada.

Mulher boa tem aquele jeitinho natural,
lindo e indefinível, e até quando não conhece bem a gramática,
sabe conversar.

Ela naõ faz tipo, mas tem " um que" natural de realeza
envolta na simplicidade.

Mulher boa é a que se despe do que não é seu.
Seu sapato, sua blusa e sua pretensão, enquadram-se no
seu gosto íntimo, não compra desejos, não dá trela
aos estímulos de fora .

Triste ou alegre, está na luta: cuida dos bichos, de si, do seu homem ou da sua cátedra, o caso é cuidar, no ato de fazer.

Sabe que somente beleza física não põe mesa.

Olha o mundo, vendo ele independente do seu corpo, se desenhado ou não, ou se sua cara está conservada em produtos.

Sai com a chuva, transpira sob o Sol, e vê a vida
independentemente do auxilio da revista CARAS.
Mulher que não diz com caras e bocas, jeitos empolados,
sim com alma, na boa sinceridade.

Vivida, foge dos rótulos e usa a própria força, porque
sabe que a vida não dá moleza.

Tanta coisa existe numa mulher boa de verdade,
que se deveria fazer uma Bíblia, para melhor entendê-la
 e reverenciá-la.

Ou que se faça uma enciclopédia enumerando os
roteiros pra se ganhar uma boa mulher.

Mas enquanto isso não acontece, não faz tanto mal
se seguir esta dica : mulher boa é aquela que caminha
 com simplicidade, aquela que você admira, porque pede o que tem direito de ter: atenção, respeito, carinho e amor.

O resto, ela corre junto pra buscar.

Eita mulherão lindo de se namorar, partilhando os momentos e fazendo deles o verdadeiro patrimônio da vida.

O resto é ilusão que dura pouco,
consequência da inversão de valores que paira no ar.




evaldodaveiga@yahoo.com..br


Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 17/02/2006
Reeditado em 28/10/2006
Código do texto: T112915

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
952 textos (313617 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:33)
Evaldo da Veiga