Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dia internacional da mulher


Pouca gente sabe, mas o dia 08 de Março foi declarado como dia internacional da mulher por Clara Zetkin famosa ativista dos direitos femininos.
“Clara Zetkin (1857-1933), alemã, membro do Partido Comunista Alemão, deputada em 1920, militava junto ao movimento operário e se dedicava à conscientização feminina. Fundou e dirigiu a revista Igualdade, que durou 16 anos (1891-1907)”.
No dia 08 de março de 1857, os patrões e a polícia trancaram as portas e atearam fogo, matando as 129 operárias carbonizadas dentro de uma tecelagem na cidade de Nova Iorque nos E.U.
A manifestação das operárias chamou a atenção na época por ser a primeira greve organizada exclusivamente por mulheres e pela tragédia do desfecho. Violentamente reprimidas pela polícia, as tecelãs refugiaram-se dentro da fábrica e no dia 8 de março de 1857, os patrões e a polícia trancaram as portas e atearam fogo, matando as 129 operárias carbonizadas.
As sensibilizações da sociedade sobre o episódio e pelas causas femininas foram aumentando e foi em 1910 que surgiu a idéia de criar uma data para marcar as questões femininas e lembrar a morte das operárias. Durante a segunda Conferência Internacional de Mulheres Socialistas, realizada na Dinamarca, a famosa ativista dos direitos femininos, Clara Zetkin, propôs que o 8 de março fosse declarado como o Dia Internacional da Mulher. Em 1911, mais de um milhão de mulheres se manifestaram na Europa, e a data passou a ser comemorada no mundo inteiro.
Porém, existe uma outra versão sobre a data, que foi publicada no Jornal do Brasil em 1996 por Naumi Vasconcelos, que dizia que a tal greve nunca existira, e que a origem da data era outra. De lá para cá, diversas autoras têm repetido a versão apresentada por Naumi em 1996. Segundo ela, a origem do 8 de março é uma greve de tecelãs e costureiras que explodiu em 1917, em Petrogrado, na Rússia. Nesse dia, um grande número de mulheres operárias, na maioria tecelãs e costureiras, contrariando a decisão do partido - que achava que aquele não era o momento - saíram às ruas em manifestação por pão, paz e declararam-se em greve. A manifestação foi o estopim da primeira fase da Revolução Russa, conhecida depois como a Revolução de Fevereiro. Em outubro, o Partido Bolchevique lidera a grande Revolução Russa”.
Seja qual for a versão verdadeira, o importante é que a mulher conquistou seu espaço. Ao ser criada esta data, não se pretendia apenas comemorar. Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões cujo objetivo é discutir o papel da mulher na sociedade atual. O esforço é para tentar diminuir e, quem sabe, um dia terminar com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, elas ainda sofrem, em muitos locais, com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, mas ainda há muito para se conquistar.
Existem várias lendas sobre a origem da Mulher. Uma diz que Deus pôs o primeiro homem a dormir, - origem da anestesia geral - tirou uma de suas costelas e com ela fez a primeira mulher. E que a primeira provação de Eva, foi cuidar de Adão e agüentar o seu mau humor enquanto ele convalescia da operação.
Uma variante desta lenda, diz que, Deus, com seu prazo para a criação esgotado, fez o homem às pressas, pensando... "Depois eu melhoro", e mais tarde, com o tempo, fez um homem mais bem-acabado, que chamou Mulher, que é "melhor" em aramaico.
Outra lenda diz que Deus fez a mulher primeiro, e caprichou nas suas formas, e aparou aqui e tirou dali, e com o que sobrou fez o homem só para não jogar barro fora.
Em certas tribos nômades do Meio Oriente ainda se acredita que a mulher foi, originariamente, um camelo, que na ânsia de servir seu mestre de todas as maneiras foi se transformando até adquirir sua forma atual.
No Extremo Oriente existe a lenda de que as mulheres caem do céu, já de kimono.
E em certas partes do Ocidente persiste a crença de que mulher se compra através dos classificados, podendo-se escolher idade, cor da pele e tipo de massagem.

Todas estas lendas, claro, têm pouco a ver com a verdade científica. Hoje se sabe que o Homem é o produto de um processo evolutivo que começou com a primeira ameba a sair do mar primitivo, e é descendente direto de uma linha específica de primatas, tendo passado por várias fases até atingir o seu estágio atual (e aí encontrar a mulher, que ninguém ainda sabe de onde veio). É ridículo, pensar que as mulheres também descendem de macacos.
A minha mãe, minha filha, minhas “putas” amadas, não são!


Um beijo meu no coração de todas as mulheres do mundo.


Vincent Benedicto
Enviado por Vincent Benedicto em 08/03/2006
Reeditado em 08/03/2006
Código do texto: T120261
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vincent Benedicto
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
477 textos (144385 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:17)
Vincent Benedicto