Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Crônica Sonhada

Fez uma refeição leve...

Era tarde para jantar.

Tomou banho
com o seu sabonete preferido.

Ficou com a pele suave, cheirosa.

Colocou uma camisolinha de algodão
cheia de pequenos corações
e deitou-se.

A cama, sempre acolhedora,
sentiu seu corpo relaxar
e ela uma sensação de paz ao deitar.

Fechou os olhos
e resolveu sonhar.

Viajando no pensamento
eis que "ele" se materializa ao seu lado...

Não abriu os olhos.

"Ele" poderia fugir.

Sentiu seu cheiro.

Era bom.

Sentiu seu calor,
uma sensação morna e envolvente.

Ficou quieta prestando atenção àquele momento.

Desta vez só queria beijá-lo.

Tão perto e tão longe.

Virou-se para ele,
timidamente acariciou o seu rosto.

Sentiu a textura da pele.

Puchando-o, suavemente, beijou os seus lábios.

Mas queria mais,
queria sentir o seu gosto
- ele dissera que era doce!

Num impulso, beijou e foi beijada,
com força, com desejo, com amor.

Ao saborear aquele nectar sentiu uma sensação única, indescritível.

Era mesmo doce.

De uma doçura que a inebriou, como se fora licor.

Depois, fascinada, não "viu", não sonhou mais nada,
simplesmente dormiu...
Maria Neide Melo
Enviado por Maria Neide Melo em 14/03/2006
Código do texto: T123306

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Neide Melo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3 textos (203 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:19)
Maria Neide Melo