Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A duras penas

A pena é uma coisa engraçada.
É uma peça que recobre as aves, constituída por tubos, que por sua vez contam com hastes e barbas ou plumagens.
A pena também é o castigo de quem não teve pena, e matou e roubou e desrespeitou o código penal.
Pena dos miseráveis, que não desrespeitaram o tal código, mas que pagam a pena por alguém, que com uma pena na mão, assina a pena de morte de uma população, que paga a pena pela corrupção.
Pena das crianças, que a duras penas tentam ganhar o pão e penam como condenadas.
A pena por infringir as leis de trânsito é dura, mesmo assim, poucos têm pena do pedestre que pena para atravessar uma rua.
Pena dos primeiros escritores que usavam penas para escrever.
Sorte que essa pena não é minha, tenho um computador.
Pena de morte;
pena máxima;
pena capital;
pena de escrever;
pena para desenhar;
pena de quem um dia viu meus desenhos;
pena de você,
que perdeu tempo para ler esta crônica, e descobriu que não valeu a pena, só que ficou com pena de quem teve a incapacidade de escrevê-la.
Que pena!
Wilian Aparecido da Cruz
Enviado por Wilian Aparecido da Cruz em 16/03/2006
Código do texto: T123804
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wilian Aparecido da Cruz
Jandaia do Sul - Paraná - Brasil
12 textos (610 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:29)
Wilian Aparecido da Cruz