Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Walkman

A alguns anos, logo que vim para a cidade, seguido eu ia passar os fins de semana na localidade onde passei a minha infância.  Eu tomava um ônibus até a cidade vizinha que fica a 9 Km daqui e depois pegava um que ia 40 Km pelo interior adentro.   Essa viagem de 40 Km durava aproximadamente uma hora e meia, pois entravam e saiam pessoas por todo o trajeto, então eram inúmeras as paradas, tornando a viagem mais demorada, além de que a estrada de chão, as vezes, estava em péssimo estado de conservação.
Para descontrair e passar o tempo, num desses passeios pedi emprestado ao meu colega de trabalho um Walkman, rádio AM/FM e toca fitas, que ele tinha, isso era por volta de 1989.  Ia eu muito orgulhoso escutando uma musiquinha com os fones de ouvido, quando fui interpelado por um senhor de aproximadamente 45 anos, que estava ao meu lado.  Esse senhor estava vestido à caráter, isto é, botas, bombacha, cinto, lenço no pescoço e chapéu preto, na cidade muitos usam para parecerem tradicionalistas, mas lá usam porque é a vestimenta de gala, muito mais do que usar um Smoking. Simplesmente diminuí o volume e comecei a falar com ele.  Era um homem muito gentil que me perguntou:
- Tu ouves bem com aquele aparelho?
- Escuto perfeitamente!
- Quanto custa?
 E lhe disse um valor aproximado.  Ele se espantou pelo preço baixo e falou:
- Me  informaram que um aparelho desses custa uma verdadeira fortuna.  Onde se consegue comprar essa engenhoca?
- Em todas as lojas de eletrodomésticos, e muitas pessoas mandavam trazer do  Paraguai, o preço é mais barato ainda, mas pode não ter tanta qualidade. 
 Apresentei o aparelhinho como se fosse um amigo querido, pois achei fantástico um senhor do interior ficar tão interessado por um eletrodoméstico apreciado mais pela juventude em geral, fiz uma baita de uma propaganda.   Por fim, depois de muitas perguntas e entusiasmadas respostas, ele me disse:
- Eu preciso comprar um, não é para mim, mas sim para minha esposa, ela também é surda.
- ???????
Marcos Boca Matos
Enviado por Marcos Boca Matos em 21/03/2006
Código do texto: T126247
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcos Boca Matos
Tapera - Rio Grande do Sul - Brasil, 45 anos
7 textos (509 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:12)
Marcos Boca Matos