Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As coisas que Aprendi

Aprendi que quando a pasta de dente acabou, acabou mesmo.
Aprendi que quando estou carente e de TPM eu fico chata.
Aprendi que TPM é uma forma abreviada de dizer: to passando mal.
Aprendi que as vezes é preciso fazer trabalhos da faculdade para nao ficar com notas ruins.
Aprendi que ser "Zé bom dia" é estilo de vida.
Aprendi que algumas pessoas me matam de rir, sem forçar a barra.
Aprendi que o amor é uma flor realmente roxa.
Aprendi que quase nunca cabe necessaire em bolsas pequenas. Aprendi que ciúmes provoca náuseas.
Aprendi que nem sempre as pessoas são o que elas são.
Geralmente elas são o que a gente faz delas.
Assim, aprendi a fazer de todos grandes palhaços.
Aprendi que por mais sol que esteja o dia, se vc tiver alguma coisa importante para fazer vai chover.
Aprendi que quanto mais você espera de uma pessoa, se ela não fizer o que você quer, mais ela vai te decepcionar.
Aprendi que sou um ovo, e que quando acontece alguma coisa estranha, eu fico chocada.
Aprendi que quando dou muita risada eu choro e me falta o ar.
Aprendi que quando me falta o ar, eu nem choro nem dou risada.
Aprendi que quando eu choro, por mais que me falte ar no final eu dou risada.
Aprendi que sabonete líquido tem que ser usado com esponja.
Aprendi que se você bloqueia uma pessoa no MSN, você deve saber o que está fazendo.
Aprendi que 24 é o numero que aparece no livro de apocalipse.
Por falar em apocalipse, aprendi que terem perdido meu óculos da chilli beans nao é o fim do mundo.
Aprendi que sonhar é bom, desde que não se sonhe com bruxas velhas, ex do seu ex, cobras e suicídio.
Aprendi que sonhar alto e pensar alto não é a mesma coisa. Aprendi que salto alto me dá dores nos pés.
Aprendi que se você estiver com dor de cabeça e salto alto, você estará com dores da cabeça aos pés.
Aprendi que o importante é você não dizer o que está pensando e sim dizer o que os outros estão pensando, assim quando te julgarem babaca você dividirá as dores com alguém.
Aprendi que colocar culpa nos outros é facinho, mesmo.
Aprendi que caldo de cana, açaí e salmão estão bichados.
Aprendi que eu estou bichada.
Aprendi que os homens são quase sempre diferente das mulheres, e aprendi que isso faz que com todos os escritores escrevam sobre isso.
Aprendi que ser mulher é melhor do que ser homem, mas ainda não aprendi a ser homem.
E nem quero.
Aprendi que os pés de galinha não fazem com que eu pareça mais acabada.
E diante de todas as coisas que aprendi, aprendi que viver é aprender.
Aprender coisas simples, e coisas complexas.
Aprendi tambem que não se aprende a viver.
E que cada um aprende o que bem entender.
Por isso resolvi aprender essas coisas, porque as outras os livros ensinaram antes que eu vivesse.
Iaiá Correia
Enviado por Iaiá Correia em 24/03/2006
Reeditado em 25/04/2006
Código do texto: T127996
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Iaiá Correia
São Paulo - São Paulo - Brasil, 35 anos
23 textos (1570 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:21)
Iaiá Correia