Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O que não aprendi

Não aprendi a ficar quieta, mas também não aprendi a responder.
Não aprendi a falar baixo, nem a falar pouco, nem tampouco ser baixa ao falar.
Não aprendi a chorar sem fazer barulho, nem a rir por dentro.
Não aprendi a fazer feijão, nem arroz sem grudar na panela. Não aprendi a dormir muito, nem a cochilar um pouco.
Não aprendi a sonhar pouco, não aprendi a ter pesadelos
Não sei o que é indiferença, nem melancolia, nem ódio.
Se eu aprendi, já esqueci.
Também não faço idéia do que é mágoa, se já me ensinaram o que é, aposto que não dei a mínima.
Não aprendi a esquecer as pessoas que me importam.
Não aprendi a fingir que esqueci.
Não aprendi a esquecer quem não me importa.
Não aprendi a não me importar com alguém, ou com ninguém. Sei lá o que é mal humor.
Não aprendi a ser sozinha, nem estar, nem ficar.
Eu não sei o que é escravidão.
Eu não sei o que é azar.
Não lembro bem o que é pecado.
E me apagaram muitas coisas da memória.
E eu também não aprendi a ficar remoendo o passado.
Eu não aprendi muita coisa.
Muita
Iaiá Correia
Enviado por Iaiá Correia em 24/03/2006
Reeditado em 25/04/2006
Código do texto: T128000
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Iaiá Correia
São Paulo - São Paulo - Brasil, 35 anos
23 textos (1570 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:32)
Iaiá Correia