CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

                                             BOA VIAGEM MEU FILHO...
 
                Outro dia ele ainda precisava de meu colo. Segurava em minha mão para atravessar a rua. Buscava aprovação em meu olhar. Ouvia cantigas de ninar. Extasiava-se com as histórias que eu lhe contava. Sorria ao abrir os presentes.

                Parece que foi ontem que ele aprendeu a ler. Concluiu o pré-escolar. Foi o orador da turma. Estava lindo. Ainda é tão recente as lembranças de sua festa na formatura no Ensino Médio. A decepção da não aprovação no primeiro vestibular. O choro pela primeira decepção amorosa. Meu bebê cresceu rápido.

                Amanhã ele voa sozinho. Meu menino já é homem. Vai participar de seu primeiro Congresso Internacional – O WEC 2008 – World Engineer’s Convetion Brasil em Brasília. Não precisa mais de minhas mãos para ajudá-lo atravessar a rua. Já constrói sozinho seus caminhos. Está feliz e orgulhoso. 

                Enquanto ele cheio de entusiasmado arruma as malas, eu faço as recomendações, peço para ser cuidadoso, para aproveitar ao máximo este momento rico em informações, mas não exagerar nas comemorações. Ser prudente. Sei que ele é responsável, mas nunca é demais prevenir.

                Olho-o de relance. Enquanto prepara tudo com um sorriso estampado no rosto fico me perguntando como ele consegue fazer tanta coisa ao mesmo tempo. Arruma a bagagem, fala ao celular, conversa no MSN e ainda encontra tempo para postar no Orkut, engraxar os sapatos e marcar um corte de cabelos. 

                Sinto uma mistura de saudade, preocupação e orgulho. É a primeira vez que ele via viajar sozinho para tão longe. Lembro que senti a mesma preocupação quando, meses atrás, ele foi sozinho para Natal (logo ali) visitar a namorada. Por que os filhos crescem? Não precisa dizer, minha razão sabe, é que é tão mais fácil quando eles são bebê. Estão sempre ao nosso lado. Dormem cedo. Acordam, brincam e aprendem conosco. 

                Vai meu filho. Meus olhos estarão em você. Meu coração vai junto com sua bagagem. Estarei atenta. Velarei seu sono. Rezarei todas as noites pelo seu bem-estar. Não fique aborrecido, mas vou ligar todos os dias. Quero saber de você. Boa viagem querido. Deus irá cuidar de você e fará isso muito melhor que eu. Se eu chorar na hora da despedida não ligue. Juro que estou feliz. E muito orgulhosa de você




                 
       
                                                   
*Fotos: Saulo ainda bebê e hoje.



Ângela M Rodrigues O P Gurgel
Enviado por Ângela M Rodrigues O P Gurgel em 29/11/2008
Reeditado em 14/12/2009
Código do texto: T1309926
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Ângela M Rodrigues O P Gurgel
Mossoró - Rio Grande do Norte - Brasil
1586 textos (340916 leituras)
5 e-livros (461 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/04/14 04:18)