Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Uísque....um cachorro engarrafado"

Uísque....um cachorro engarrafado.
(ou o melhor amigo do homem)


Chegava sempre só, e se instalava no salão “de Música ao vivo” quase sempre na mesma mesa pedindo o invariável Uísque Sour.
Econômico nos cumprimentos era tido como tímido, olhos e ouvidos firmes e atentos a música que era levada naquela noite, apenas requisitando os serviços do garçons nos intervalos, ou seja era a figura da discrição.
Vez por outra uma risada contida e um comentário , baixo mas audível, nos levava a dirigir um olhar ao solitário personagem, mas notava-se logo não sermos nós os alvos da conversa e de sua atenção mas sim o Uísque Sour que naturalmente não respondia, ao menos que pudéssemos ouvir.
Curioso é que este dialogo, se assim o podemos chamar, era animado e de variado teor, indo de comentários sobre a musica tocada, aliás, sempre aplaudida em seus intervalos, até outros assuntos mais sérios, como política e amores perdidos. O certo é que este papo só era interrompido, para a troca do interlocutor vazio por um novo.
Quando o assunto se esgotava, pedia ao garçon que providenciasse um Táxi e lá se ia nosso amigo, discretamente como havia chegado.
 Lembro desse “habitué” do WR, com saudades, pois apesar de sua loucura simpática, era exemplo de comportamento jamais tendo incomodado quem quer que fosse, divertindo-se a sua moda ele e sua solidão. Nunca mais o vi, mas tive noticias, por outro freqüentador que fora visto num restaurante da cidade, trocando uma idéia com uma salada de alface. Certamente anda de regime.
Meno um botequineiro
Enviado por Meno um botequineiro em 30/04/2006
Código do texto: T147838
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Meno um botequineiro
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
9 textos (466 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:45)
Meno um botequineiro