Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vamos fazer uma releitura.

Passamos períodos de tempos guardados, como estivessemos em malas bem fechadas. Na chegada da eleição são abertas e passam um pano, dão banhos e tentam limpar nossos corpos transmitindo suas mensagens apolítica. Não sei a diferênça entre o bêbado e o eleitor nessa época, uma vez que não sabem em qual rumo estão indo.
Nos meios de comunicação, as notícias, os escândalos da máfia política: pequenos grupos usando o dinheiro público para seus benéficios. Os ausêntes, mesmo presente, estão no mesmo crime: calados não deletam. Crimes diários, no Brasil morre por dia mais que na guerra.
Nossa educação em estado de calamidade, sem salas, sem quadros, sem professores e sem alunos, sem ética. Nossa saúde sem remédios, sem leito, sem vida. Nossa segurança, sem polícia, sem defesa, sem juiz, sem lei. O Brasil não tem fome, porém a propaganda diz o contrário. Não temos o prato, não temos os talheres, ou seja, não temos as coisas simples o básico que todo País precisa. Famílias sendo desestruturadas pelo narcotráfico, mas seus lideres traficantes protegidos, estruturados e levando o Estado a falência. É a Lei do crime. Vamos fazer uma releitura de nosso pensamento, vamos falar com nossos colegas, irmãos, parentes, vizinhos e trocar sugestões mostrando a importância da não violência, calar os políticos corruptos, tentar fazer a verdadeira Lei. Ir em praça pública e exigir nossos direitos, vamos limpar o Brasil, vamos queimar essa mala usada para esconder o povo brasileiro tão sofrido. O ruim não é a falta, ruim é não entender a falta. 

Sitonio
Enviado por Sitonio em 10/05/2006
Reeditado em 20/05/2006
Código do texto: T153892
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sitonio
Jaboatão dos Guararapes - Pernambuco - Brasil, 55 anos
291 textos (24129 leituras)
6 áudios (2162 audições)
3 e-livros (745 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:47)
Sitonio