Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pense nisso

Eu sempre pensei que em um espaço para a poesia não haveria lugar para se formarem partidos ou clãs.
Vejo que me enganei, algumas pessoas agem como teleguiados, agindo pela cabeça dos outros como se fossem anincefalos, o que vejo acontecer são guetos formados por muitos que não sabem as razões dos fatos, e seguem como cordeirinhos as indicações de alguns.
Julgam e sentenciam.
É muito estranho esse tipo de conduta, não consigo entender essa maneira de agir e sentenciar, ou pior de se acharem no direito de interferir na vida pessoal de outras pessoas.
Penso eu que os problemas pessoais de cada só interessa a quem de direito, ninguém pode interferir, e se acham que podem então que os fatos sejam apurados para que o " julgamento" seja justo, se bem que acho que cada um leva a sua vida como quer, e ninguém tem o direito de se intrometer.
Todo mundo luta por sua liberdade e felicidade, mas tudo tem um limite, não se pode querer mudar a vida dos outros, a celebre frase " O seu direito termina onde começa o direito dos outros " é uma lei, uma lei de vida.
Quando as pessoas se julgam no direito de interferir na vida dos outros automaticamente abrem espaço para que os outros interfiram em sua vida também.
Quem vê cara não vê coração, e quem pré julga pode ser julgado depois.
Há cinco ditos populares que considero muito verdadeiros:
1ª- Nem tudo que reluz é ouro.
2ª- Por fora bela viola por dentro pão bolorento.
3ª- Não julgues para não seres julgado.
4ª- Em boca fechada não entra mosquito.
5ª- Quem ve cara não ve coração.
Baseada nisso eu me mantenho a parte das vidas pessoais de cada um, não interfiro não emito pareceres a menos que solicitada pela pessoa interessada.
A injustiça é um caminho sem volta, por mais que a pessoa diga eu te perdoo sempre haverá um ranço, e a amizade nunca mais será a mesma, isso se essa amizade não terminar.
Não quero e nem pretendo ser o fiel da balança, mas alerto para o pré julgamento sem conhecimento da causa.
Hoje você julga, amanhã quem poderá estar em julgamento é você!
Pense nisso...

***

ÐäMå Ðë ÑëG®ö

Apenas uma mulher que já riu, amou, se entregou e chorou.
Escrevo o que sinto, como sinto quando sinto.
Longe, muito longe de ser uma poetisa sou apenas alguém que sente!

***

Beijos
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 11/05/2006
Código do texto: T154238

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146153 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:34)
Dama De Negro