Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fixação

Você não sai de meus pensamentos, é incrível  algo como uma idéia fixa.

O que senti por você se modificou um pouco com o tempo, já não é mais com a mesma intensidade, mas o sentimento com um pouco de dúvida é o mesmo. Não sei, o que acontece, mas acho que essa enorme distância que nos sempre separou fez com que deixasse de viver intensamente as minhas angustias, fez com que minha vida deixasse de ser minha vida, pois tudo era em sua função: do que pensava, do que fazia a todo instante. E o principal do que você achava de mim. (Coisa que eu nunca consegui descobrir ao certo, não tive coragem de perguntar ou mandar alguém perguntar).
Sabe viver, na incerteza é tão ruim quanto sentir frio. É uma insegurança um tanto grande, é como se você não tivesse certeza se estais vivo ou morto, você não tem certeza sobre você mesmo, não sabe se esta fazendo certo ou errado, você fica influenciável tentando mudar seu jeito. Querendo ser exatamente, como VOCÊ parecia gostar, mas cada vez que eu mudava parecia que distanciava cada vez mais de meu objetivo que era, fazer com que me enxergasse, que passasse a gostar de mim... parecia impossível. Costumo pensar que hoje é apenas o primeiro dia do resto dos nossos dias, que o mundo não acaba por não se interessar por mim, e acabo descobrindo que você não é o meu centro do mundo, há coisas e pessoas bem mais importantes que eu só descobri quando eu consegui entender tudo isso da linha de cima. E não foi fácil entender, tive que perder grandes oportunidades grandes amigos, por que pensava que eram todos tolos e insensíveis ao pedirem que era pra eu lhe esquecer, mas na verdade estavam certos, pois quanta coisa eu perdi por sua causa. Não te culpo, ate por que, você nunca me deu tantas esperanças como eu enxergava, era tudo fantasia ilusão, coisa que só alguém bem vulnerável como eu pra trazer isso pra "realidade", e conviver como se fizesse parte do meu dia, como os fantasmas que me assombram toda vez que eu tento ignorar suas Existências.
Você vivia em meu pensamento, como se você morasse comigo, como se eu fosse alguém pra você, era uma coisa extraordinária, viver pensando, que você gostava de mim... Mas isso trouxe sérios problemas, ainda mais quando me vi cercada de pessoas pensando que eu era LOUCA e na verdade tudo que eu queria era que minha ilusão fosse realidade, mas no entanto não era, e não custava nada as pessoas me compreenderem, afinal sou apenas uma menina, que era tão cegamente apaixonada por você que levava a vida em sua função. Não precisava de ajuda médica, eu apenas precisava de um tempo, pra poder perceber, mas talvez esse tempo nem chegasse, então essa ajuda médica serviu pra que eu me tornasse uma pessoa, esperta e menos influenciável, mas no entanto um pouco agressiva.
Amadureci sim, escorado no sentimento amor misturado com ódio, que acabou quando eu encontrei outra pessoa no caminho, uma pessoa que me envolveu e abalou meus sentimentos rapidamente, me fez enxergar que não precisava mudar nada em mim, para as boas oportunidades surgirem e me contagiarem. Não sei como deixei-o aproximar, estava vivendo um mundo fechado, sem ninguém. Foi em boa hora que ele apareceu e mostrou-me essa qualidade, que estava bem do jeito que era, (o agradeço)... Mas ñ sei o que acontece comigo eu gosto dele, mas eu não consigo te esquecer, você está a todo tempo na minha cabeça influenciando em meus atos, em meu rendimento como pessoa, já nem sei mais se te amo...; mas meu maior problema sem dúvidas é fazer minha mente parar de lembrar de você. Não adianta apagar suas fotos, elas não são nada perto de suas imagens e cenas que insistem em aparecer quando estou detraída.
Grazielle Soares
Enviado por Grazielle Soares em 24/05/2006
Código do texto: T162260
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Grazielle Soares
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil, 27 anos
15 textos (3568 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:57)
Grazielle Soares