Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

εїз A nossa história já passou do tempo e do ponto final εїз

Que eu me apaixonei pela pessoa errada, isso sem dúvidas! É sempre assim quando parece não dar mais certo, a frase dos desiludidos.
Até hoje não engoli, essa história de ter dúvidas. Amor assim não acaba. Por que o seu acabou e o meu não? Como é que é gostar sem amar? Eu queria experimentar... Deve ser bem melhor, pelo menos o coração não deve ficar assim, com tanto medo de sofrer.
É um absurdo o quanto eu sou dependente de você, pra ser feliz. Não imaginava quanto ao tamanho dessa dependência. Pensei que quando você estava longe aquelas crises de choros compulsivos que se passavam quando eu ouvia sua voz, quando você dizia: EU TE AMO MUITO!!! Fossem coisas passageiras, porque eu não imaginava que na verdade você saciava superficialmente as minhas vontades (eu quero sempre mais, eu espero sempre mais de ti). Mas as coisas pioraram, hoje eu sinto sua falta e você nem superficialmente sacia mais os meus desejos. Olho-me no espelho e lembro-me de você. E não venha me dizer que é estranho, o problema todo é que um dia eu fui sua coisinha linda! A sua jóia, o seu amor perfeito e imperfeito. Eu fui tudo isso, você disse uma vez que eu era tudo o que você queria. (...) como é que acabou? Aonde foi que eu errei?
Na verdade, sei que não errei, mas tento mesmo assim concertar tudo que aconteceu pra amenizar a dor. Porque confio em mim, e se o erro fosse meu eu já o teria resolvido a MUITO tempo. E nós estaríamos mais uma vez super hiper-felizes, como fomos.  Passado tudo passado! Acabou e foi um prazer te conhecer! E foi mesmo, apesar da ironia é tudo verdade. Porque se não tivesse sido um prazer eu não teria ficado com você durante esse tempo; mas o DW é testemunho de quanto eu tentei esquecer você! (quando sentia que mais cedo ou mais tarde me deixaria). Pra não passar por isso, mas alguém que eu não me lembro, interceptou-me com a seguinte pergunta:
 - Esquecer do seu próprio namorado? Você é louca? Ta na chuva é pra se molhar...E eu fui entrei na chuva e me molhei, gripei, me curei. A chuva passou o sol veio, mas sabe como é o tempo aqui de Juiz de Fora né? Começou a chover de novo, nem deu tempo de me curar integralmente da gripe e agora eu estou aqui com o “pé na cova”.
Deus é testemunho das minhas suplicas, dos meus sorrisos forçados pra dizer que ta tudo bem! "Meu namoro acabou. Eu estou bem! Vamos mudar de assunto?”
Digo essa frase feita, mas com o coração sangrando e implorando bem no fundo, pra alguém olhar pra mim e dizer com bastante certeza que tudo vai ficar bem, que VOCÊ VOLTA.
Eu estou morrendo como sua. Você é quem sabe se ainda posso sobreviver ou não. Mas veja bem heim? Esquecendo você, não significa que estará livre pra sempre! A minha alma sempre ira perturbar a sua alma.(PERTUBO O TEU SONO E ENVOCO A TUA ALMA) "elas eram almas gêmeas" Que tiveram que se separar. Uma feriu a outra e não tem dessa de: “Desejo que você encontre o seu caminho, mesmo que eu fiquei aqui perdida e tão sozinha”. Odeio hipocrisia e desejo a você todo o mal que eu passei e ainda pior. Porque nem você me dizendo de pés juntos que sofreu vai me fazer acreditar. Parece que você não tem coração... Tem um bloco de gelo a 32º Fahrenheit, que eu, (só eu, segundo as más línguas) consegui fazer descongelar... Mas por muito pouco tempo em comparação ao meu que se encontra no estado liquido cheio de sal (eu tenho quase certeza que são lagrimas, mas você não precisa saber).
Sabe, não entendo por que você diz que sou irônica, onde você está vendo ironia aqui? Eu não to vendo. To abrindo é o meu coração, agora se ele é irônico ou não o problema é totalmente dele! Eu não mando nele, alias você e o coração, são as únicas "coisas" que não consigo manipular mais com um olhar tristonho. “HaU-HaU-HaU” mentira, mentira minha viu? Já perdi as contas de quantas vezes eu fingi estar triste só pra você me fazer sorrir, era tão bom!!! Pena que minhas lágrimas agora só têm o poder de te deixar ainda mais triste, introspectivo. Pensando bem, o que me importa essa tristeza em seu olhar, se o meu olhar tem mais tristezas pra chorar, que o seu?
AINDA te amo MUITO! Mas acabou mesmo, e meu coração foi tão despedaçado que à parte que você estava se perdeu transformando-se em mil cacos.To tentando achar e colar esses cacos, mas está difícil, boa parte já se perdeu no tempo. Foi diluído em minhas lagrimas, foi soprado pelo vento do ódio e da rebeldia que se passou aqui nos últimos dias de dor e sofrimento.
É isso... Acabou não se sei quero mais, acho melhor seguir em frente, eu sou linda e você também. Duas pessoas que se amaram muito, duas pessoas que sentiram muito na pele a dor da perda e que ainda sentem, mas o orgulho fala mais alto já cansei de sofrer... Agora tanto faz. Eu sigo minha vida por que você não é a minha vida é parte, uma pequena parte dela.
Obs: eu também estou com dúvidas, mas duvidas de suas dúvida. Entendeu o trocadilho?
Sei também o quanto você detesta minhas metáforas e figuras de linguagem, mas é que pela primeira vez eu não pensei em você, como meu publico alvo, apesar desse texto falar a seu respeito, mas dessa vez eu tenho certeza que jamais, você lerá.


26/09/2005
às 23h e 15min
Grazielle Soares
Enviado por Grazielle Soares em 28/05/2006
Código do texto: T164912
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Grazielle Soares
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil, 27 anos
15 textos (3568 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:52)
Grazielle Soares