Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ataques a Polícia em São Paulo (maio/2006)

Uma das grandes utilidades do orkut são as comunidades, pelo menos uma parte das comunidades tem seus valores. Eu, como aluno de Relações Internacionais, faço parte da comunidade do meu curso. Lá um grande amigo meu fez um tópico sobre os ataques à polícia que estão ainda ocorrendo no Estado de São Paulo e em alguns outros Estados. Levantou algumas questões importantes sobre o preparo da força policial, a ação da polícia, a necessidade de intervenção do exército, se estamos vivendo no limite da violência, sobre o papel da sociedade na segurança pública e se é necessário só combater ou só prevenir e por conta disso resolvi expor o que acho sobre tais questões.

Primeiramente devemos mostrar aos bandidos que é ruim ficar na cadeia. Os presídios deveriam ser federais e em locais distantes, ou pelo menos fora das capitais e cidades próximas. Devemos mostras aos bandidos que quando alguém é preso, a pessoa vai pagar por isso, nada de regalias. Todos nós sabemos como é o sistema penitenciário do Brasil, um lixo.

Por conseqüência devemos reestruturar o sistema judiciário do Brasil, agilizando as sentenças e punindo com mais seriedade e rigidez os criminosos. Assim diminuiríamos os casos que não dão em nada, que são sempre arquivados ou por passaram de 5 anos as causas prescreveram e com isso não podem mais ser julgadas, logo, o bandido ficará solto.

A valorização da profissão de policial militar é uma das principais mudanças que deverão ser feitas. Qualquer um que tenha segundo grau pode ser um policial militar, assim que aprovado eles passar por um treinamento e pronto. Devemos dificultar esse processo de seleção, e aumentando o valor do salário. Melhorar as condições de trabalho do policial militar e melhorar a jornada de trabalho. Para quem não sabe a jornada é de 24 horas trabalhando e 48 (ou 72) horas de descanso. Isso é um absurdo. Por isso que vemos policiais arrumando um “segundo emprego”, fazendo bicos por aí. Acho que assim a polícia seria menos corrupta, a corrupção sempre vai existir...infelizmente.
Com relação ao que está acontecendo em São Paulo, acredito que em curto prazo é necessária a intervenção do exército nacional sim. Se as policias militar e civil não estão conseguindo tomar conta da situação, porque não chamar o exército? O exército, por mais que também esteja “sucateado”, ainda está mais preparado que as policias militares e civil.

Acredito que ainda não chegamos em uma situação limite, os bandidos são capazes de muito mais. Estão mais bem armados e não tem nada a perder. E se todas as facções se unissem para tomar o poder? Aí sim seria o limite. E se isso acontecesse, seria o fim do estado de São Paulo, conseqüentemente de alguns outros estados nacionais já que estão acontecendo varias rebeliões em estados diferentes. Viveríamos numa Guerra Civil em diversos estados brasileiros, o país viveria em constante clima de tensão.

Se o governo de São Paulo não agir o quanto antes, teremos provavelmente uma Guerra Civil.

Por outro lado à sociedade brasileira não tem muito que fazer. Devemos prestar atenção em quem vamos votar, porque são os nossos políticos que podem alterar alguma coisa. Podemos também criticar, através de manifestações, sindicatos, Ongs, artigos ou textos como esse, e-mails, conversa com amigos, qualquer forma de manifestação é bem-vinda.

A maneira à qual financiamos o tráfico e o roubo é uma forma de sustentarmos a “bandidagem”. Se a populações fizesse a sua parte em parar de financiar esse tipo de crime, teríamos uma certa melhoria em nossas vidas. Caso os cidadãos parassem de comprar objetos roubados, para quem o assaltante venderia o objeto roubado? É a famosa lei da oferta X demanda. Para mim a demanda ainda supera a oferta, e por conta disso o número de assaltos continuam aumentando. Vamos também recriminar os usuários de drogas, eles são os maiores financiadores das facções. Voltaremos à lei da oferta X demanda, se não tiver demanda...não teremos oferta.

O mundo é assim porque fizemos ele ser assim. Nós podemos mudar o mundo sim, e para começar podemos mudar as coisas em nossa casa, depois dos nossos vizinhos, família, bairro, cidade, Estado, país, mundo..... Só depende da boa vontade e bom-senso de cada um.

A necessidade agora é de combater o que está acontecendo, mas se antes tivéssemos prevenido, não estaria acontecendo nada disso. Mas como prevenir? Mudando o sistema penitenciário e judiciário brasileiro, educando melhor a sociedade, preparando melhor os policiais, agindo cada um da melhor maneira possível para melhorarmos as nossas condições de vida. Isso é de cada um, mas não adianta só criticar...temos que agir.
Caminha
Enviado por Caminha em 29/05/2006
Código do texto: T165347
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caminha
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 32 anos
1 textos (35 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:11)
Caminha