Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Faces de uma mulher em TPM

Fase conturbada, com janelas fechadas e cortinas cerradas. O espelho é o inimigo que aponta todos os defeitos, desde o sorriso amarelo ao corpo alterado e inflamado.

Em dias assim melhor não arriscar fazer caras e bocas, pois tudo parece transparecer imperfeição, negação bocejante das belas estrelas que teimam em brilhar.

Frações de alegria e tristeza se alternam em segundos palpitantes e entorpecidos de longas frustrações. Querer não querer, sorrir sem por que, chorar por chorar, dormir para sonhar, acordar indisposta na sujeição da dor e do torpor.

Mulher em TPM, para alguns “Tendência Para Matar”, sem nenhum motivo ou qualquer motivo banal, anormalidades em deleites de fúria momentânea e intensamente imposta sobre o corpo que expulsa uma semente infertilizada.

Entretanto, poderíamos dizer que TPM seria uma tentativa (muitas vezes frustrada) de a mulher deixar-se perceber em suas infinitas faces e possibilidades.

Um corpo que teima em denunciar sua fragilidade e temporalidade, pois cada fluxo que recomeça se apresenta como amadurecimento e morte. Momentos de fúria e prostração na inquietante busca por compreensão e solidariedade em barulhentos sons inteligíveis.

Força e fúria, amor e ternura, faces distintas de uma mulher exposta ao escalar constante de uma jornada solitária.
Angela Leite
Enviado por Angela Leite em 04/06/2006
Código do texto: T169322

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angela Leite
Arapiraca - Alagoas - Brasil
148 textos (41869 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:28)
Angela Leite