Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu amo a noite.

Às vezes, pela manhã, meus olhos estão irritados. Meu colírio se acabou. Coloco então, meus óculos escuros, e vou trabalhar.
Fico, mesmo dentro da empresa, com meus óculos, e às vezes, esqueço de tirá-lo.

Certa vez, uma mulher me disse:
- Tira esses óculos, está tão feio assim, e aqui dentro nem está batendo Sol.
Então eu falei:
- Você vai me dar dinheiro?
- Não.
- Você vai me dar?
- Não
- Então não enche meu saco!

Eu estou de óculos para me lembrar da noite, e me esquecer que o Sol está brilhando lá fora.
Sim, noite, eu amo a noite, é nela que eu gostaria de viver...
Não odeio o Sol. Mas para mim, neste momento, para que serve o Sol?
Para nada, pois aqui dentro desta fábrica, está um calor insuportável, e preciso trabalhar. Trabalhar que nem um camelo, trabalhar pra ter dinheiro.
O Sol, de segunda a sexta, é bom para rico, que tem piscina em casa, ou está na praia de bobeira.
Para moleque novo, que ainda não sabe a merda que é, ter que acordar cedo todos os dias, pegar um ônibus lotado, cheio de Josés e de Marias indo batalhar o pão de cada dia.
É até engraçado, mas é bom também, para a dona de casa, que está no tanque, lavando roupas e colocando-as para secar.
Sol é bom sim, tem suas obrigações com a natureza, sem ele não haveria alimento, para nós, plantas e animais.
Mas, e naqueles lugares, em que o Sol bate para castigar, e matar de fome o povo da seca?
Ah! Sei lá!  Só sei que eu amo a noite. É nela que eu gostaria de viver.
Ontem, um morcego entrou em casa, e não conseguiu voar, apenas se arrastava tentando se esconder, nem sei por que, não entendo muito de morcegos. Deveria estar desorientado pela luz que estava acesa.
Então, pensei:
- Muitos lhe consideram feio e maldito, eu não, sei que você é desse jeito, feio e maldito, mas é por causa da noite. Sim eu sei, pois também sou assim, feio e maldito, será por causa da noite?
Não sei, acho que é porque as pessoas preferem ver animais bonitinhos, como cachorrinhos e passarinhos coloridos. Pois, preferem o Sol, não é?
Bom, meu amigo morcego, em minha ignorância dos tempos de criança, ou ainda, se eu fosse mais um ser humano normal (sim, pois os ditos normais amam o dia), teria acabado com sua raça, mas você não tem culpa de ter nascido feio, então vou colocá-lo na janela para que você possa voar em paz. Sim voe em paz, na paz da noite. Pois o dia é muito barulhento, e a paz do dia, mais parece um tormento.
A noite é linda, é calma, se quiser barulho eu sei onde encontrar, não é o barulho que vem me procurar.
Ah! Sei lá! Só sei que eu amo a noite. É nela que eu gostaria de viver...
JRCURTINDO
Enviado por JRCURTINDO em 17/05/2005
Código do texto: T17397
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JRCURTINDO
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 41 anos
11 textos (1992 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:15)
JRCURTINDO