Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                    Imagem extraída do site exercito.gov.br

          Prometo que não falo mais disso!


               Até que a Seleção Brasileira volte a se reunir para disputar outro campeonato, torneio, copa, etc., eu quero voltar a pensar nos verdadeiros problemas da minha Pátria Amada. Ah ... até lá, eu quero esquecer de tudo o que houve, daquela trave no meio do caminho e, que naquele caminho havia, sem dúvida,  uma trave...  Nem pensar naquele gol que não aconteceu, e também no gol que infelizmente aconteceu... 
               Em 1998, vi meu filho de oito anos chorar amargamente sua primeira derrota como torcedor brasileiro em Copa do Mundo... Naquele ano eu chorei também, mas apenas porque vi meu filho, uma criança, chorando pelo fracasso de uma Seleção que nem era tão medíocre... Decidi, lá em 1986 que seriam  aquelas, as minhas últimas lágrimas pelo futebol brasileiro... Hoje meu filho está com 15 anos e amadureceu o suficiente para, do alto dos seus 1,80 m, abaixando os olhos para me enxergar cá embaixo, me dizer que a fatalidade se chamou Brasil naquela tarde de sábado e que ele acreditava não  ser de toda ruim a derrota, porque isso motivaria aos "novos jogadores"  um novo ânimo, uma nova vontade, um novo desejo de buscar a vitória, com novas caras, novo técnico, novo (?) Presidente do Brasil, novos presídios de segurança máxima (ufa !).
               Time apático? Problemas com o quadrado mágico ? Falta de amor à camisa ? Será que só o Brasileiro tem amor à camisa ?
                - Ora mamãe, - dizia meu filhotinho - O Zidane também tem amor à sua camisa, o Henry igualmente... O Brasil tem que ganhar nas urnas, tem que ganhar na fome zero, tem que suar a camisa para botar todas as crianças na escola e acabar com o analfabetismo passivo...   Isso sim será  vitória, digna de comemoração!
                Meu filho, que não ao acaso é também o meu FELIPÃO ÍNTIMO, me deu uma nova lição para fazer em casa, ou antes, nas urnas... vou tentar de novo !
                Não é só o brasileiro que tem amor à camisa... portugueses, italianos e franceses também têm amor à camisa (e sorte!). 
               Por favor, não pensem que somos onipotentes... o Zidane já provou o contrário... agora a bola da vez é o futuro do nosso Brasil! 
               Até que a Seleção volte a disputar um campeonato qualquer, eu prometo que não falo mais disso !
Lili Maia
Enviado por Lili Maia em 06/07/2006
Reeditado em 08/01/2008
Código do texto: T188556

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lili Maia
Curitiba - Paraná - Brasil
484 textos (66691 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:52)
Lili Maia