Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O POETA


O poeta é, na minha mente, tão somente um intermediário entre a poesia e o povo, entre o abstrato e o real, entre o velho e o novo... 

A poesia não é uma propriedade e, não o sendo, vagueia livre por entre pessoas, locais e objetos, divertindo-se num esconde-esconde sem fim. Alguém diz que ela está lá. Você vai ver, já não está mais. Outro diz que ela se foi. E eis que ela se apresenta por inteiro, com todo o seu explendor.

às vezes deixa-se aprisionar por instantes na cabeça desses irredutíveis sonhadores que, sabedores dessa volatilidade, tratam logo de colher as suas digitais munindo-se das únicas armas capazes desse feito: Caneta e papel.

Pensar poder  detê-la na memória é ledo engano. Você vai procurá-la e ela já se foi. Deixa um rastro aqui, outro ali.. puro fragmentos. Sua essência é irrecuperável.

Não se pode questionar a poesia. Você deve acolhê-la  de onde,  como, e com que  ela vier. Alegria, tristeza, amor, ódio,obediência revolta, traição, fidelidade, amizade, o feio, o bonito, o agora, o infinito...

Se a poesia te conduz, deixe-se conduzir, ou não conseguirá abasorver a sua luz.
silasol
Enviado por silasol em 16/07/2006
Reeditado em 29/07/2006
Código do texto: T195240

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (CITE O NOME DO AUTOR E LINK PARA A OBRA ORIGINAL). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
silasol
Sabará - Minas Gerais - Brasil, 65 anos
653 textos (73347 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:26)
silasol