Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                    Foto: by Reynaldo Monteiro
            
                 

          Do outro lado...


          Uma das viagens mais fascinantes que alguém pode fazer no Paraná, é sem dúvida, descer de trem pela Serra do Mar, através da estrada de ferro que liga Curitiba a Paranaguá. São inúmeras as belezas naturais que encontramos, e posso destacar a Ponte sobre o Rio São João, o Pico do Marumby e a Cascata Véu de Noiva.
               Uma vez que eu nasci e me criei ao pé da serra, fiz inúmeras vezes a viagem, e passar pelos túneis era sempre uma delícia à parte. 
               Entretanto, a experiência mais marcante para mim, foi atravessar o túnel a pé. 
               Meu pai ajudou a cavar aquele buraco que eu e meus irmãos víamos cada dia maior.  Lembro que havia um velho túnel, construído no tempo do império, escavado pelos escravos, e, bem ao lado do velho, foi construído o outro, com armação de concreto, com guaritas para os pedestres desavisados se abrigarem no caso da passagem de um trem. 
               Da minha janela de venezianas verdes, eu ficava olhando o trem passar pelo túnel velho e imaginava quando seria o dia em que eu mesma passaria por aquele novo. Foram meses de trabalho até que pudéssemos enxergar a luz do outro lado do túnel. Toneladas de cimento e pedra brita foram utilizadas para a construção, que para mim era a mais importante de toda a minha vida... Eu tinha sete anos e cem metros pareciam quilômetros! 
               Chegou finalmente o grande dia e eu atravessaria aquele enorme buraco negro que parecia não ter fim. Meu coração disparou, minhas perninhas ficaram bambas e eu tive muito medo. O que me aguardava do outro lado? Que notícias eu teria de lá ? 
               Fomos caminhando por entre os dormentes... eu sentia um cheiro forte de piche e quase ouvia as batidas do meu coraçãozinho acelerado. 
               Encontramos o fim do túnel, mas não tinha nenhum tesouro, senão a beleza natural daquele lugar repleto de avencas, bromélias e pássaros. O outro lado do túnel nunca mais me assustaria...

Lili Maia
Enviado por Lili Maia em 17/07/2006
Reeditado em 08/01/2008
Código do texto: T196215

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lili Maia
Curitiba - Paraná - Brasil
484 textos (66676 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:26)
Lili Maia