Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando eu morrer

Quando eu morrer sentirei saudades de todos. Enquanto isso não sinto. Só quero um instante antes de minha morte, para que eu possa pensar e refletir em tudo. Deus eu só Te peço isso para minha morte. Vou parar, fechar meus olhos, tocar em meu coração e se necessário entrar em devaneio.
E aí acontecerá tudo o que penso acontecer. Arrependerei-me de não ter visto pelo menos uma vez ao mês o pôr-do-sol, de não ter respeitado meus pais na adolescência, e em outros momentos também. Irei me arrepender profundamente de não ter amado e perdoado quem deveria ter amado e perdoado. Arrependerei-me de não ter tido um cachorro ou um gato, ou qualquer animal de estimação, só pelo fato deles sujarem a casa e trazerem problemas.
Arrependerei-me de não ter tido filhos, mesmo que fosse para transmitir minha falta de credulidade e responsabilidade.
E Deus! Como irei me arrepender de não ter Te escutado e amado.
De ter pronunciado palavras vazias, de ter tido preguiça para caridade, e falta de amor pelo meu próximo que às vezes se faz distante. De ter respeitado mais as doutrinas do que o Senhor mesmo. Oh Deus! Peço-Lhe apenas que me perdoe por esses atos insanos que cometi. Eu escutei conselhos, mas disseram-me para não escutar, e fingi escutar. O conselho é algo inexplicável. É difícil saber quando poderemos contar com eles.
No instante que procederá minha tão temível morte, quero estar só. Eu disse só! Sem um ser vivo que possa em algum momento me atrapalhar em meu tão preciso devaneio.
Mas se for possível Deus (não conte a ninguém Deus), queria ter uma mão amada segurando a minha antes de partir. Sentiria-me, mais confiante. Mas só se for possível, não é tão necessário assim, apenas sonho do coração. Mas só depois que eu morrer.
Quando eu morrer, sentirei um tão grande arrependimento de não ter feito o que queria fazer, de ter caído todo dia na rotina.
Se pudesse dar um conselho ao mundo, seria apenas este:
- Sonhem, amem, conversem, e não façam o que a rotina ensinou-lhes a fazer, viva de uma forma que só vocês sabem viver. Escutem a Deus. Não se preocupem com o futuro, ele é desconhecido para mim e para você, então por que tentar desvenda-lo? Siga. Apenas siga em frente, com confiança em Deus e nada mais.
Quando Deus findar minha existência aqui na Terra, sentirei-me feliz. Sim, não vou entrar em depressão como fazia aqui na terra, quando alguma coisa terminava.
Irei me arrepender tanto de não ter conversado Contigo Deus, meu maior anseio na vida deveria ter sido um íntimo relacionamento Contigo.
Não sei quando irei morrer.
E não me digam que é para eu parar de falar isso, porque é besteira e sou muito nova, e Deus não gosta de ouvir isso. Um dia irei morrer, um dia vocês irão morrer. E não tenho medo, nem receio. A vida é só uma passagem, apenas uma preparação para a eternidade, então só nos resta ficarmos felizes.
Não tenho hora marcada para morrer, por isso continuo amando, sonhando e escrevendo.

Michelle
07/07/06

Mih
Enviado por Mih em 18/07/2006
Código do texto: T196518
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mih
Curitiba - Paraná - Brasil, 26 anos
2 textos (63 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 17:00)
Mih