Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Devo ser mesmo analfabeto!

Foi na primeira tendência pedagógica que o Brasil obteve as primeiras instruções, bastava somente prestar atenção, e dar ouvidos a uma conversa estranha e pretensamente bem intencionada. Os curumins que o diga... O principal educador desta época foi Hebart, mas isto era um mero detalhe, outros tantos e pretensos da Companhia de Jesus fixaram acampamento para devastar tradições. Loyola, Manoel da Nóbrega, Anchieta e Antônio Vieira... Bendito seja o Marques de Pombal que em 1759 expulsa os jesuítas do Brasil, mas nossa felicidade durou pouco, retornariam em 1842. Com seu famoso Ratio Studiorum em busca da conversão das almas e da substituição de crenças e cerimônias pelo tradicional dogma católico, tudo começa novamente, inclusive as doenças trazidas pelos brancos; varíola, por exemplo. É, mas nem tudo esta perdido, ainda existia uma minoria branca da época, eram alguns poucos letrados do período colonial, o resto? Esses eram apenas analfabetos em sua maioria. Quem se importa? O que mudou de lá para cá?
Alessandro Barreta Garcia
Enviado por Alessandro Barreta Garcia em 19/07/2006
Reeditado em 19/10/2008
Código do texto: T197425
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alessandro Barreta Garcia
São Paulo - São Paulo - Brasil, 39 anos
68 textos (26668 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:02)
Alessandro Barreta Garcia