Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mais um diário de bordo 1, 2 ,3 testando.

Não sei mais o que fazer para alguma coisa dar certo, tudo que faço da errado, estou farto disso, acorrentado dentro do pior de mim mesmo, lutando contra meu instinto, penso a cada segundo perdido em dar um basta nisso, não consigo mais suportar a dor do mundo, preciso fazer algo para mudar minha vida, acabar de uma vez esse sofrimento que sinto todos os malditos dias, tudo se repete nada de novo, nada de milagres ou grande surpresas, vivo no sufoco, aceitando as mentiras dos humanos, a cada dia que passa tenho mais ódio e raiva de ter nascido, talvez fosse melhor ser de outro planeta sei lá, é difícil acreditar que não passamos de seres patéticos, egoístas e destruidores de tudo que encontramos pela frente, a cada dia que almoçamos é um animal que foi dilacerado, a cada gole de leite que sinto penso em quantas vacas foram sacrificadas, a cada ovo que como de mistura, imagino o quanto uma galinha teve que sofrer, a cada costela que saboreio, um porco teve que morrer até sangrar, ai eu penso tudo bem esse é o nosso direito por sermos humanos? errado talvez somos apenas jacarés que DEUS jogou pela privada e deu descarga, talvez somos os filhos indesejáveis de DEUS, talvez se JESUS CRISTO voltasse a terra ele iria dizer parem de ter filhos eu trouxe o molho para o churrasco, não tenho mais esperanças, não espero nenhuma salvação porque não passamos de animais fora do pasto destruindo a nossa espécie e tudo o que é vivo não existe mais solução porque somos o problema, a doença corroendo o paciente no leito terminal, o vírus o câncer, matando o planeta terra, não passamos de perdedores em busca de algo que não sabemos se realmente existe, por esse motivo vivemos e construímos os chamados paraísos artificiais, cada ser com sua fuga, mas não podemos ir muito longe vivemos em um círculo, uma cerca e não podemos sair dali, está tudo acabado já estamos mortos vagando pelo vale dos aflitos.

Alex Medeiros
bandini
Enviado por bandini em 20/07/2006
Código do texto: T197937
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
bandini
São Paulo - São Paulo - Brasil, 34 anos
23 textos (1547 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:42)
bandini