Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As Ruas

Ascendo um cigarro vejo as horas passarem feitas um avião supersônico zumbindo meus ouvidos. Estou na janela do meu apartamento, vejo prédios imensos longe dos olhos, escuto o barulho dos automóveis desfilando na avenida central a música que toca na vitrola me faz lembrar de bons tempos de antigamente.
Homens vestidos de terno, com suas maletas secretas em um dia de inverno, manhã cinza e pálida, nos cantos da cidade, viciados esperam o bar abrir para se alimentarem, jovens com espinhas no rosto, bebem cerveja em plena luz do dia atirando-se em amores alcoólico, sobrevivendo em um mundo cruel e sádico com sorrisos amarelos escondidos dentro de quartos de pensão.
Prostitutas e travestis ensaiam a vida, parados no farol em busca de trocados, luzes que piscam em plena madrugada, a espera de clientes o profano gritando para o mundo. Pessoas em perigo atrás de diversão, carros passeiam com o intuito de festejarem a madrugada, Bem vindos a São Paulo.

Arturo Bandini
bandini
Enviado por bandini em 27/07/2006
Código do texto: T203032
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
bandini
São Paulo - São Paulo - Brasil, 34 anos
23 textos (1551 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:33)
bandini