Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alissons

Me exaspera acordar com barulho de cães,me custou tanto dormir cá com meus estrovos.Mas a Maria,vizinha,teima com o Alisson,seu filho,em gritar.
Então,é sempre assim:O Alisson aprontou(com um de seus quatro irmãos),a Maria(que mais parece um rádio no ultimo volume sem direito a regulagem) gritou e os cães á ajudaram.
Acordei com sentidos amassados,como a colcha que mal tirei da cama para me recobrir.Relogio maldito,não despertara nesta manhã,talvez seja as pilhas,parece mais com o ânimo do Aroldo,marido da Maria lembra?
Pois é,não é o pai do Alisson,ele se casou com outra,então a Maria arrumou o Aroldo,parece um banana,eheh.
Mânia de expressão.
Ela tem mantido a casa,diarista,mas a vezes vejo o Alisson sem tomar café.Nada é tão fácil assim.Há um mundo que muitos não conhecem.

Agora tenho que levantar,é domingo,preciso ir ao culto,de manhã,desafogar a alma desta desventura desatinada que é a vida.Logo no domingo,unico dia que poderia dormir.Mas o pastor disse que não ir é dar brecha para o inimigo(mais um,como se já não bastasse os tantos do dia a dia).Já perdi a hora!
Minha mãe dizia que pareço moça para me ajeitar.Melhor é fazer um café,não muito amargo,por hora já tenho amargos demais.
Ao me deitar sabia ter esquecido algo,a janela da cozinha ficara aberta.
 Maldita insónia,fui respirar um ar puro antes de tentar dormir e a esqueci.Minto,desejei algo ver para que me trouxesse o sono,a janela da cozinha é a que faz frente para a casa da Geovanna, hum...
Estive até pensando em escreve-la uma carta,um poema talvez,mas não gosto de folhas brancas,parecem me cobrar algo,odeio escrever.Afinal ela gosta de um rapaz,um panaca,ele é rico,educado,tem um carro,faz faculdade.
Assim como é egoista,idiota,narcisista,sem coração, superficial,leviano,etc.
A tem como trófeu,ela e muitas outras,mas ela sonha que com ela será diferente.Coitada,mulher para ele se possui,assim como os vários carros que teve,mas isso não é problema meu,não tenho que me preocupar com isso.
Amanhã é segunda,dia de São Rala Cedo.O café parece estar pronto,ao menos o café parece doce,poderei mudar meu paladar,sair do quotidiano.
Droga!
Estava muito quente,queimei a lingua,mais um desgosto para variar.
Irei sentar na porta e comer meu pão,mas não ei de deixar a sós a dor alheia como sempre a mim fizeram.Amanhã o Alisson sai cedo pra engraxar,esse ano nem foi a escola.Vou chama-lo:
-Alisson!Já tomou café?
-Não.
-Tome,pão com queijo.
O rádio desregrado ecoa:
-Alisson!
-Te aquieta Maria,tá aqui na porta comigo.

“Enquanto mastigo com a lingua queimada,vejo o que é viver com a alma roubada.”
 
Junior Antonio
Enviado por Junior Antonio em 28/07/2006
Reeditado em 28/07/2006
Código do texto: T203906
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Junior Antonio
Paracatu - Minas Gerais - Brasil
181 textos (8135 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:37)
Junior Antonio