Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GALHOS CORTADOS

Quando passamos junto as casas, nem damos conta se há árvores , quanto mais do seu tamanho.
Muitas das vezes estão encobertas pela fachada do todo do imóvel, ou pela beleza de algum jardim, baixo, florido,que nos deixa encoberta a visão da árvore frondosa, de copa jeitosa que a todos , jardim , imóvel e família,faz repousar, dá descanso e perfeita alegria.

Essa mesma árvore perde e ganha a cada estação, é preciso.Em quanto  crescia, perdeu muito do seu querer,uma vez  que precisava crescer ereta, para do alto e pronta para que com galhos  e flores bem produzidos , pudesse proporcionar sombra e fizesse a diferença entre uma árvore e outra árvore.

    A frondosa? Alta, com folhas, flores e posteriormente com frutos.A outra? Mirrada, galhos sem folhas, flores caídas antes do tempo gerando pouquíssimos frutos, e quando acontecem, são mirrados e sem sabor.
E lógico que o sabor agrega valor a qualquer fruto, e o faz ser cobiçado.

    Uma árvore destas foi bem plantada, regada e a colheita  bem orientada.Essa mesma não se preocupa com seus frutos, sabe que a opção feita ao germinar foi acertada, a colheita na hora certa virá.Os frutos serão colhidos os galhos podados, caules serão limpos, sempre há uma nova colheita a ser feita.Folhas novas vão surgir, galhos a formar frutos por incrível que pareça com certeza ainda em cachos nela a se pendurar.

Uma árvore não necessariamente uma mãe, mas pode ser o pai e também os dois.O importante é que cresça ereta, para ao tempo certo encher de filhos, que  sejam fortes como o tronco que os sustentou, com vida como o que os brotou e os frutos sejam saudáveis como  os de quem os frutificou.
Feito isso? A colheita  é próspera, abundante e eterna.Resta uma coisa. Quem na porta da casa passar , os frutos pode até ver, mas a árvore essa sempre fica escondida , não porque queira ou deseje , mas os frutos são tão bons, que a fonte ninguém quer ver.

Filhos bem produzidos, são filhos, são frutos únicos e não filhos dos pais. São similares, mas a seiva que sugam da árvore não os faz igual ficar.A  semente que irão jogar pode ou não frutificar, mas da árvore da seiva boa ,sempre semente boa vai dar
Denise Figueiredo
Enviado por Denise Figueiredo em 02/08/2006
Reeditado em 03/08/2006
Código do texto: T207267

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite e o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Figueiredo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 67 anos
313 textos (14442 leituras)
16 áudios (2928 audições)
5 e-livros (193 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:27)
Denise Figueiredo