Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"O REI SALOMÃO II " (fazendo amor)



Tu és toda formosa, amiga minha, e em ti não
há mancha.
Vem comigo do Líbano minha esposa, vem comigo do 
Líbano: olha desde o cume de
Amaná, desde o cume de Senir e de Hermom,
desde as moradas dos leões, desde os montes
dos leopardos.
CANTARES DE SALOMÃO, cap. 4, vers. 7 e 8 .


Hum... aqui estou imaginando Salomão e suas amigas e esposas nesse longo caminho que enseja ser ele um trajeto de chegada e o próprio destino. Afinal, chegar pra que, se o caminho era uma via de carinho, verdadeiro amor e com transa que envolvia o corpo e a alma numa harmonia encantadora.
Salomão, o Rei os Sábios, O Rei da Guerra
e, acima de tudo, o Rei do Amor.
Salomão que em seu jeito mágico, amava a amiga, a esposa e, por antecipação, aquela que ainda não conhecia, mas chegaria aos seus braços sedenta de desejo, e envolvida numa áurea de carinho Santo e desejo Pecado, antecipadamente absolvido.
É Salomão se eu tivesse te conhecido antes, por efeito 
da aprendizagem, teria feito mais amor do que os milhares que fiz...
Mas não reclamo não: conhecendo-te agora, ainda tenho
 muito tempo para aprender...
Uma coisa você disse e eu já sabia, mulher que ama não tem mancha.
Estamos juntos, querido Salomão.

evaldodaveiga@hyahoo.com.br
Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 04/08/2006
Reeditado em 05/08/2006
Código do texto: T208984

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
952 textos (313617 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:10)
Evaldo da Veiga