Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A VIAGEM

Na alma, tempo ruim. No clima, tempo bom. Essa constatação merece uma viagem. A decisão é difícil, pois a alma é forte e poderosa. Quer ficar  meditando e remoendo coisas do passado.Uma viagem quebraria esta monotonia. A consciência contesta esse marasmo e insiste com a idéia...uma  viagem. Envolta em sombras, de semblante baixo, a alma defende-se com a preguiça. Um recurso poderoso do lado sombrio da alma, a preguiça  assume o controle de todos os membros do corpo. Os braços amolecem e a mãos até deixam cair as coisas. Os dedos, então, sempre acostumados  aos comandos do cérebro, pouco fazem. Apenas dirigem-se à boca para abafar os bocejos. Pernas moles e dormentes, vêem apenas um caminho.  Aquele que nos leva para cama. A consciência contra ataca com uma dose de adrenalina e avisa que a reação está por vir. Levanta-te e  caminha...está na biblia. Um milagre! Seria necessário um milagre para eliminar a preguiça e essa sensação de nulidade?! Talvez o milagre já esteja  em andamento. Longe dos holofotes de Hollywood parece que os milagres ficam sem graça! Tudo tão parado, sem efeitos especiais, sem trilha  sonora e grandes estrondos.. Apenas uma viagem!
A retomada da consciência pode acabar com a preguiça. No entanto, ardilosa como ela só, a preguiça transforma-se em meditação. Dessa forma  engana a consciência que não se atreve a contestar uma sabedoria milenar - a meditação. As portas de um novo mundo se abrem à nossa frente  quando meditamos. Alcançamos o ápice da sapiencia humana. Podemos ser o que sonhamos por vários minutos, horas ou dias! Só meditando! Viajar  na imaginação foi a forma encontrada para o surgimento de grande escritores e artistas consagrados. Mas também causou a destruição de pretensos  monges, poetas, artistas e escritores. Armadilhas são montadas nessa trajetória. Uma viagem tem que ter roteiro e critérios. Tem que ter  planejamento e objetivos.Tem que ter estudos. A consciência busca expansão, mas encontra na preguiça seu maior inimigo. Relaxar e meditar com  critérios pré definidos e comandados pelo consciência, traz bons frutos. Comandados pela preguiça empobrece o espírito e promove o desequilíbrio no  mundo real.
No entanto, uma viagem é tudo que se quer! Física ou mental?  Porque essa dúvida agora? Do fundo da alma um grito explode. Física! Eu sou físico,  existo num mundo real. Tenho um corpo...tenho sede de viver! Agora, sim. Tomei uma decisão! Vou viajar! Na alma tempo bom. No clima tempo bom,  embora chova lá fora.
Doni Romon
Enviado por Doni Romon em 28/02/2010
Reeditado em 05/03/2010
Código do texto: T2112635
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Doni Romon
Campinas - São Paulo - Brasil, 61 anos
21 textos (1369 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/11/17 05:52)
Doni Romon