Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O quintal do vizinho




                                    10 de agosto de 2006.


                    Rua I

A mangueira do lado tem mais mangas, mas a goiaba do meu pé não tem bicho. Esse parece ser o lema do presidente Lula rumo à reeleição. Segundo a Reuters, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou nesta quarta-feira na disputa com o governo de São Paulo sobre quem deve ser responsabilizado pela atual onda de violência no Estado, após a terceira noite de ataques.

Falar de humildade é o clichê que o metalúrgico presidente da fábrica de corrupções do Brasil adora repetir. Assim disse, hoje, numa entrevista à rádio Capital "acho que o secretário devia ser mais sensato na hora de abrir a boca ... e tentar evitar essas coisas que estão acontecendo em São Paulo. Essas pessoas estão cuidando da segurança de São Paulo há muitos anos. Ele deveria, de forma mais humilde, perceber que houve uma falha. Ele poderia tirar o telefone celular dos presos."

Sim, senhor Lula, poderia também vossa excelência perceber suas falhas e tirar o celular das negociatas do seu governo.

             Avenida B

Por outro lado, informa também a Reuters que o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, visitará Beirute na terça-feira, quando levará ajuda humanitária e se reunirá com autoridades libanesas para discutir "perspectivas de uma solução para o conflito". Amorim entregará às autoridades libanesas a doação brasileira de 2,5 toneladas de medicamentos, que incluem antiinflamatórios, antibióticos e kits de primeiros socorros, suficientes para atender emergências de 145 mil pessoas.
Neste caso, o quintal do outro é cheio de mazelas e nos serve de consolo para não enxergar o próprio cercado cheio de mato alto e ervas daninhas.

Fazer política internacional pode ser um grande recurso em tempos globalizados, enquanto a população brasileira morre silenciosamente de fome, doenças e outros males. Mas, olhar para a guerra do outro lado do oceano nos garante, digamos, certa supremacia.

Assim, Lula se mete no quintal paulista porque outubro está chegando, Amorim se mete cheio de “boas intenções” em Beirute, enquanto os mercados de ações da Europa recuam mais de um por cento nesta quinta-feira após a divulgação pela polícia britânica da descoberta de um plano para explodir aviões em pleno vôo entre o Reino Unido e os Estados Unidos.


          Praça III



Ao mesmo tempo o presidente da Fecomercio, Abram Szajman, avalia que "como o cenário econômico é estável, a queda nos indicadores de confiança do consumidor só pode ser atribuída à fragilidade da segurança pública em São Paulo". Do outro lado da praça, para preservar seu ganho, o Unibanco manteve o freio puxado no financiamento ao consumo e fez sua carteira crescer com crédito de atacado. Optando pelo menor risco foi o que fez o Unibanco reduzir a oferta de crédito, principalmente na modalidade sem comprovação de renda, operada pela sua financeira, a Fininvest. Com isso, a carteira de crédito ao consumidor encolheu 3,1 por cento no trimestre.


                        Beco


 
Fala sério! Esse planeta está parecendo um grande cortiço com um monte de compadres (sim os homens estão no comando) comentando o quanto a filha oxigenada da outra é gostosa, mas interesseira e vai pega-la mesmo assim, como ter o carro turbinado do filho do padeiro e como ele conseguiu tal façanha, outro dando guarida para o sobrinho distante que precisa guardar umas coisas, todos exaltando suas virtudes e apontando as misérias alheias. E, por fim, cada um está medindo o tamanho do ..., do... quintal do vizinho para ver quem tem o maior... o maior poder de tomar conta da vida alheia para encher o próprio bolso... É o bolso! Por falar nisso, outro dia me contaram que as praças do monumental estão cheias de camisinha... Será?

Solange Pereira Pinto
Enviado por Solange Pereira Pinto em 10/08/2006
Código do texto: T213666
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Solange Pereira Pinto
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 49 anos
59 textos (37619 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:54)
Solange Pereira Pinto