Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como se fosse a primeira vez


Há algum tempo vi um filme que se chamava como “Se fosse a primeira vez” e mostrava um rapaz que conhecia uma moça tomando o café da manhã em um restaurante, logo a primeira vista eles se dão bem, mas para o azar ou sorte dele, no outro dia, ela não o reconheceu. Depois ele ficou sabendo que ela sofrera um acidente e que em conseqüência a memória dela apagava a cada 24 horas e ela não lembrava mais de nada, e a cada dia ele tinha que conquistá-la. Não vou contar o final, para quem não assistiu ainda não perder o interesse.
Às vezes fico pensando como todos nossos relacionamentos seriam melhores se precisássemos reconquistá-los a cada dia. Costumamos quando alcançamos nossos objetivos a não valorizarmos por muito tempo, a esquecer todos nossos esforços desprendidos em busca daquela conquista.
Depois de conquistado o nosso objetivo, seja pessoal ou profissional, a gente acaba relaxando, pensamos que já que conquistamos, não temos mais como perder. Mas lerdo engano nosso, tudo aquilo que não se cultiva, morre.
Como bastariam coisas simples para conquistarmos a pessoa amada, os amigos a cada dia.
Bastaria dar uma flor;
Bastaria dar um beijo carinhoso;
Bastaria dar um bom dia;
Dar aquele bombom preferido;
Fazer aquele passeio que divertia a ambos;
Bastaria escutar o que o outro quer dizer, sem está olhando para a televisão ou sem desgrudar os olhos da revista;
Bastaria perguntar como foi o dia;
Bastaria um abraço;
Bastaria um email com um “oi” ou uma piada;
Bastaria um torpedo no celular;
Bastaria não ser acomodado;
Bastaria colocar para tocar aquela música que marcou um momento.
Relacionamentos não se mantêm por si só, eles não têm vida própria, eles têm que serem cuidados. Todo relacionamento é uma via de mão dupla, tem que ter reciprocidade, é feito entre duas ou mais pessoas, não existe relacionamento de um individuo só, por isso uma única pessoa não pode mantê-lo sozinho, ela pode até tentar por algum tempo, mas o peso é muito grande para ser sustentado por uma única parte. E quando esse peso torna-se insustentável, a pessoa desiste de segurar e solta, pois o peso estava machucando não as costas ou os braços, mas a alma e o coração. A pessoa parte em busca de alguém que a ajude com as responsabilidades que envolvem um relacionamento, pois relacionamentos têm sim responsabilidades.
Se a conquista é algo gostoso, que nos dá prazer, que nos excita por ser novo, por ser diferente, é importante lembrar se lutarmos tanto por algo é porquê com certeza, esse algo é importante para nós e se foi tão importante para conquistarmos, deveria ser mais gostoso tornamos cada momento, como se fosse o primeiro, fazer sempre as mesmas coisas, não significa cair na rotina, cair na rotina é fazer as mesmas coisas sem prazer, sem emoção, não fazer como se fosse mais uma vez, mas fazer como se fosse um momento único, com a alegria de uma primeira vez. Afinal, a primeira vez a gente nunca esquece.
FMBARBOSA
Enviado por FMBARBOSA em 12/08/2006
Código do texto: T215127

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (FMBARBOSA). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FMBARBOSA
Brasília - Distrito Federal - Brasil
109 textos (10836 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:35)