Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



" SE PENSO, EXISTO "

Evaldo da Veiga



Luis Inácio pensava existir na vida de todos e principalmente
 na vida da Dona Coisinha. Afinal ele lhe dera uma reputação social, luxo e conforto. Dona Coisinha da Silva tinha dinheiro nacional e estrangeiro e até duas cidadanias.
Luiz Inácio exultava: melhor do eu isso só dois disso,
 mulher nenhuma tem vida melhor. Dou a ela o que toda mulher 
deseja ter  nesse país, até aplausos do pessoal 
beneficiários da bolsa calote, que reza para ficarmos vivo pra sempre, até virar pedra...
Luiz Ignácio se gabava muito, se sentia o melhor marido. Aliás, o Luiz Inácio se sentia o melhor de tudo: o melhor de todos os tempos e quando se comparava aos heróis nacionais
 sempre dava uma de puxar a brasa pra sua sardinha:- 
“é ele também foi um brasileiro notável, maravilhoso,
 fez quase tanto quanto estou fazendo”.
Luis Inácio era em verdade
 um estúpido autoconfiante, cuspia besteira pra todos os lados, principalmente quando acordava de ressaca em dia de discurso:
 cara inchada, olhos injetados, Luiz Inácio se gabava e colocava os adversários no chinelo, nas mais esdrúxulas comparações...

Mas o que se pretende saber de perto é a satisfação
 da Dona Coisinha, a primeira mulher da paróquia.
Ela estava P da Vida, essa é a verdade. Luis Inácio um fracasso
 nas pretensões amorosas. Já não dava nem tentativa, que dirá uma dentro. E Dona Coisinha cada dia mais assediada, ouvia coisas
 que nem as artistas da Globo ousavam pensar em ouvir:-

 “a Senhora, Dona Coisinha, é a mais gostosa do século!” –
 “A Marilyn Moroe, perde de dez a zero para o seu glamour” –
 
Os elogios vinham dos lobistas e puxa sacos em geral, 
dos que dependiam das assinaturas do Luis Inácio. E ela com jeitinho, aproveitava os momentos que o Lulu estava de cara cheia e pedia: - “assina aqui primeiro homem do mundo, o mais importante 
mandatário dos séculos”...
Um mundo de elogios, 
mas a caneta ficava em dúvida na mão do Luis Inácio. 
Mas quando Dona Coisinha dizia: - você é muito mais lindo,
 gostoso e charmoso que o Fernando Henrique,
 você dá de mil a zero no FHC!!!
Luiz Inácio assinava.






N _ Imagem, Tela do Cândido Portinari

evaldodaveiga@yahoo.com.br

Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 24/08/2006
Reeditado em 16/05/2011
Código do texto: T223966

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
952 textos (313617 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:23)
Evaldo da Veiga