Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De Carnaval e, de Eleição.


Não é sábio misturar as coisas, aleatoriamente, no mesmo espaço.      Por  menos explícitos que estejam os critérios, eles devem ser observados a fim de que não se promova a orgia das coisas, das cores, dos sons, das flores, dos animais, dos afetos e dos amores.     Mesmo  em  uma   escola  de samba que, aparentemente, para alguns, esteja  tudo misturado: som, ritmo, cores, tom, andamento, vestes e adereços, sempre vence aquela que apresentar   a  melhor   harmonia  nos quesitos.  Pois,  carnaval  não é  sinônimo de bagunça ou  esculhambação,  e por certo o júri segue  regras,  pelo  menos,  de  bom   gosto.
Já  na  política, as regras são outras.   Estão definidas  na lei.   E a lei  exige  o  preenchimento  de   requisitos  mínimos  para  o  cidadão se tornar  candidato.  Ou não?!!!    E,  pelo menos  o  Partido deveria   conhecer   o  candidato,   manter  arquivo de seus dados pessoais,  prestações de contas  e,  pelo menos,  precariamente,  viabilidade desse candidato  acrescentar  algum ganho ao  Partido  e à sociedade em geral,  como  justificativa  de sua  própria  existência de ser,   como   Partido.  Ou  não?!!!.     Não sei.  Misturam-se mensaleiros,  com  sanguessugas, vendedores de partidos,   com compradores de votos,  defensores  em  causa própria,  com dançarinas de araque, e  outras  “cositas   más”,  parece fazer  parte do jogo. Alguém  já disse:  “foi sempre assim”.  Surdos  e  cegos,  seguem  exemplos superiores  de nada  ver,  nada  saber,  nada ouvir  e ninguém  me avisou.  E,  na  hora  da  decisão de se  promover  o  expurgo,  o voto secreto nivela os  bons e  os maus.   O  eleitor  não  fica  sabendo  quem  protegeu  quem!!!   É  uma  orgia  só...
Mas, voltemos ao tema principal.    Falávamos  do bom gosto reinante  nas escolas de samba.   Breve  vai  haver  eleição  para  renovação dos quadros  dirigentes.    Muitos candidatos merecem ser  eleitos,  outros tantos  nem  deviam   tê-lo  sido.   Boa   sorte   para  todos,  eleitos  e  eleitores.    Que  vençam   os  melhores!
José Fernandes
Enviado por José Fernandes em 31/08/2006
Código do texto: T229550
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Fernandes
Valença - Rio de Janeiro - Brasil
65 textos (4487 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:56)