Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desejo Você



Sinto-me como nunca, o querer não exposto me deixa inquieto,
Não consigo uma ação satisfatória, pareço um menino com
O amor primeiro, penso em tuas mãos contemplo o rosto, desejo
A felicidade do teu colo, envolvido na sedução do poder de ficar
Intimo sou pensamentos sobre você fazendo-se mulher e nesse
Belo momento posso gozar a vida sendo o maior dos homens,
Desperto pela linguagem fática da tua inocência ou simulação
Procuro-me e tenho cautela  para que a possível realização da
Minha vontade não me leve a fuga da realidade na imaginação
Do teu corpo.
 
   Saindo da mercearia a encontro e finjo equilíbrio, falamos de
Estudo, do tempo em que nos vimos e tudo tão bom quanto ruim
Sorriso, desejo e distancia, um dia veras que balançar a perna
Não é pressa e sim o controle do frio no abdômen, a vontade tão
Linda mas reprimida.
  Quanto carinho ponho em teu ser, quantas vidas lhe dou, que
Amor estranho, porque em mim? Não consigo lhe ter a raiva
Merecida, tenho medo de ouvir o inesperado e deixar lagrimas
Idiotas expressar o que você desvaloriza, mas assim estou tão
Forte que fragilizado, dominado por esse estado de espírito,
Sensibilizado com tua existência, tento esquecer alguns instantes
E perco meu tempo mais uma vez, sinto suas mãos, quero seus abrços...


Marcos Rosa


Marcos Rosa
Enviado por Marcos Rosa em 07/09/2006
Código do texto: T234801
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcos Rosa
Aracaju - Sergipe - Brasil, 35 anos
109 textos (3198 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:52)
Marcos Rosa