Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O PRAZER DA LEITURA

     
               Desde garotinha sempre gostei de ler. Lembro-me que, naquela época, devorava com avidez todas as revistas em quadrinhos deleitando-me com as aventuras dos meus heróis favoritos na sua eterna luta de combate ao crime.

               Para mim não havia gostosura maior do que passar a tarde com um "gibi" nas mãos acompanhado de uma sanduiche de mortadela e uma garrafinha de "grapette". O mundo podia desabar à minha volta, que eu nem me dava conta.

               Havia, também, os contos de fada em que eu mergulhava de cabeça tornando-me a própria heroína, a princesa encantada presa em seu castelo à espera do príncipe que viria salvá-la das garras da feiticeira malvada.

               Um pouco mais tarde, em torno dos 10/12 anos, tive a atenção despertada para a "Coleção Menina e Moça" que contava estórias de crianças da minha faixa etária envolvidas em milt travessuras e armando brincadeiras do arco da velha. A primeira página de cada livro, ou seja a folha de rosto, exibia trecho de um poema de Machado de Assis que diz:

                            "Está naquela idade
                             inquieta e duvidosa
                             que não é dia claro
                             e mal é alvorecer.
                             Entreaberto botão,
                             entrefechada rosa,
                             um pouco de menina
                             e um pouco de mulher."

               Acho que foi a partir daí que a minha atração pela poesia teve origem.

               Depois foi a vez das estórias de amor embaladas pelos melosos romances da "Biblioteca das Moças" assinados por M. Delly, Florence L. Barclay, Louise may Alcott e outros autores de igual gabarito, que enchiam-me a cabeça de sonhos fazendo a imaginação correr solta.

               Dessa maneira, o hábito de ler faz parte do meu dia-a-dia há um longo tempo. Não sou, porém, uma estudiosa. Leio pelo puro prazer egoísta que a leitura me proporciona. Gosto de livros, gosto do cheiro do papel recém impresso, gosto de tê-los nas mãos e sentir aquela expectativa deliciosa que antecede o momento de abrí-los e conhecer seu conteúdo.

        Minha preferência está voltada para a literatura de ficção, mas misturo estilos e autores indiscriminadamente. Agora mesmo venho de terminar "Contos de Eva Luna", de Isabel Allende e me preparo para ler quatro livros que acabei de comprar, apesar de já os conhecer. Mas é justamente porque os conheço que os comprei! São eles: Tia Júlia e o Escrevinhador de Mario Vargas llosa, O Homem do Terno Marrom e Assassinato no Campo de Golfe, de Aghata Christie e Eu e Outras Poesias de Augusto dos Anjos, pois o meu exemplar está um bagaço de tanto ser manuseado.

              Não pode haver mistura mais disparatada do que essa, não é mesmo? Ainda assim, tenho certeza de que vou aproveitar ao máximo cada página que percorrer viajando com as personagens nesse mundo maravilhoso da fantasia, no mais gostoso dos entretenimentos.


                                        jul-1997

               
                             

               
HLuna
Enviado por HLuna em 23/09/2006
Código do texto: T247221
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/helenaluna). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HLuna
Fortaleza - Ceará - Brasil
9355 textos (236093 leituras)
15 e-livros (905 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:46)
HLuna