Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU AMOR E EU



                      MEU AMOR E EU

Dentro da noite imensa,
Úmida e escura,
Nublada e misteriosa,
Deste início de primavera,
Meu amor e eu jantamos
Na mesma churrascaria de sempre,
Localizada à esquerda
De quem viaja
Procendente de Adamantina,
Pouco antes de chegar
Ao trevo de Osvaldo Cruz.

Como sempre,
Sentamos na mesa
Em frente à TV,
Olhando para as amplas janelas,
Ao fundo,
Que davam para uma área reservada,
Mais para servir bebidas.

Outro dia,
Olhando por estas janelas,
Via-se uma linda lua cheia e estrelas,
Mas, desta vez,
A noite estava quieta e úmida,
Como se chorasse melancólica,
Com saudade da noite iluminada de outro dia.

Olhei então para o meu amor,
Que, ao meu lado, na mesa,
Já havia se servido.
Seu rosto estava meigo e iluminado,
Contente com aquele nosso momento,
Só nosso,
Dentro da noite calma
Que nos envolvia...

Churrascaria Milênio, Osvaldo Cruz, SP,
Em 04/10/2006
Eleomar Ziglia LopesMachado
Enviado por Eleomar Ziglia LopesMachado em 07/10/2006
Código do texto: T258225
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eleomar Ziglia LopesMachado
Tupã - São Paulo - Brasil, 72 anos
23 textos (1060 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:56)