Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COMO DECORAR SUA SALA PARA AS VISITAS

“O amor é pertinente, assim como a paz, a razão lógica e o pão de fécula de batata.”
Não há nada de errado com a frase acima, pois dela tiramos tanto coisas muito particulares quanto generalizadas. E assim é que das coisas da vida (realidade, fato), não veremos palavras, mas coisas evidentes.
E é evidente que devemos levar em consideração tanto aquilo que nos é apresentado como fato como também o que imprimimos como sensação apenas. E é fato que a vida depende muito do amor e da razão, sentimentos cada dia mais raros neste mundo.
Nas particularidades encontramos afinidades que nos unem e separam ao mesmo tempo. Nas generalidades nos misturamos e mesclamos nossos ‘modos’ numa sopa tanto divergente quanto convergente. Assim, das duas maneiras nos procuramos e nos afastamos entre si.
Tanto o amor quanto a razão fazem parte do processo e moldam as atitudes e sentimentos.
Quando tomamos conhecimento dos fatos cotidianos, somos envolvidos por generalidades, vindas dos meios de comunicação. Somos vacinados com doses de informação fragmentada e cheia de imparcialidade, beirando até  a indiferença. Mas quando sussurramos no ouvido alheio, dividimos nossa particularidade com o outro. E para isso chegamos bem perto do outro à distância de um sopro, à distância de um beijo, à distância de um toque.
A razão julga e dá razão ao que é mais prazeroso e vantajoso. A sensação faz o resto.
Os homens se afastaram disso tudo, e hoje, preferem apertar botões num gesto acéfalo e impessoal.
Mas, para aqueles que ainda cultivam o encontro semanal, o beijo matinal, o bom dia de outrora (carregado de desejos verdadeiros), nada está perdido.
E aqui vai uma bela receita de café da tarde.
Junte seus amigos, coloque na mesa um jarra de café bem quente, salpique canela ou derreta uma barra de chocolate dentro da xícara. Corte em fatias bem grossas um delicioso Pão de Fécula de Batata, passe uma grande quantidade de manteiga derretida e perca toda a tarde jogando conversa fora.
Alexandre Costa
Enviado por Alexandre Costa em 26/10/2006
Código do texto: T273971
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alexandre Costa
Santos - São Paulo - Brasil
64 textos (1858 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:30)
Alexandre Costa