Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Misturando alhos com bugalhos

Há algum tempo, um grupo de pessoas comentava algo sobre certos fatos ocorridos com pessoa ligada à determinada religião. O fato em si, nada tinha a ver com a religião que ela professava, mas referia-se ao seu comportamento moral, em sua vida privada.
Uma pessoa de minhas relações fez comentários estridentes sobre o fato, como se a pessoa citada no caso, fosse a própria religião.
Laranjas podres existem em qualquer laranjal. O que não presta é o homem, não a religião que professa, o partido político que segue, ou outros exemplos que caibam.
Esse tipo de julgamento é comum. Uma família pode ser execrada, porque um elemento dela cometeu algum ato ilícito, uma entidade pode ser destruída por julgarem-na pelas pessoas que dela participam.
Daí vem a necessidade de vigiarmos constantemente nossas atitudes. Termos a mesma face, diante de todos, em todos os lugares. Não sermos hipócritas, santos diante de alguns, satânicos diante de outros. Se cairmos da laranjeira, que seja por termos passado do ponto, maduros demais, não por sermos podres. Isso cabe  tanto a quem enfatizou o fato, ligando a pessoa à religião, como à pessoa que estrilou, tomando o todo, por um.  (01/11/06)
Vitoria Lerinha Haubert
Enviado por Vitoria Lerinha Haubert em 03/11/2006
Código do texto: T280725

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vitoria Lerinha Haubert
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 71 anos
266 textos (18686 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 10:04)
Vitoria Lerinha Haubert