Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma cidade que ninguém vê

Uma cidade de contrastes, uma cidade com formas arrojadas.
Do contro ao extremo sul, da zona oeste à zona oeste encontramos vários povos, várias culturas, povos que sairam de vários destinos.

Os habitantes da cidade fincaram raizes, fincaram histórias. Lutam para sobreviver à cidade de pedrea na cidade de formas geométricas, de formas estranhas.

Temos muitos caminhos, temos muita esperança. Aquele que largou a sua história no passado tenta fazer uma nova história para o futuro de uma vida melhor.

Mas que elas pensam do futuro. Elas têm sonhos?

O que elas têm de diferente dos moradores do centro o que possum de especial a felicidade é tão comum entre as pessoas é um círculo de vida, um círculo de alegria. Todos riem dos desafios enchem o peito para buscarem o que têm de direito.

Todos vivendo entre os labirintos que o destino impõe no caminho têm a esperança de vencer na vida e que cheguem no tão esperado lugar ao sol.
Cido Coelho
Enviado por Cido Coelho em 11/11/2006
Código do texto: T288895

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cido Coelho
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
116 textos (22918 leituras)
5 áudios (192 audições)
1 e-livros (37 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:02)
Cido Coelho