Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Preciso do Silêncio

         Nesse momento, preciso de silêncio. Para que possa fazer dessa reflexão algo consciente e verdadeiro. Quero deixar que os sentimentos e as verdades atuem em meu espírito, quero sentir a vida que prossegue em cada momento ultrapassado.
          Preciso do silêncio para ouvir meu coração.Contornar meu espírito daquelas sensações que enriquecem a vida, transformando-as em alegrias, procurar em mim mesma o reflexo do sol aquecendo-me para que eu consiga transmiti-lo para todas as pessoas que o procuram. E ver a luz com a intensidade que me reserva a esperança brilhante e colorida.
         Preciso do silêncio que ameniza e acalma, que me balbucia pensamentos gentis em cada passagem do caminho.Que me alimenta quando estou precisando de privacidade e isolamento. Que consola nas piores crises insolúveis e me dá o direito de rir sem motivo em acontecimentos inesperados.
        Preciso do silêncio que me segreda suavemente palavras ocultas, enternecendo-me e conduzindo-me a uma estrada de esperanças e compreensão.Fazendo-me crer no verdadeiro amor e transmitindo-me renovadas energias já enfraquecidas pela vida turbulenta e agitada.
        Preciso do silêncio que me concentra em todas as formas de emoção permitindo que elas se manifestem sem bloqueios ou empecilhos e trazendo-me reminiscências há muito esquecidas, sepultadas no subconsciente e enfraquecidas pelo dia a dia confuso e indiferente.
        Preciso do silêncio que me permite um pouco de egoísmo para que possa entender a fecundidade de minha alma em recolhimento e deixar que ela se desenvolva livre e sem entraves. Sem críticas e com espontaneidade. Natural e docemente.
        Preciso do silêncio para fazer uma avaliação de minhas próprias falhas e limitações, aceitar queixas e tentar analisá-las sem orgulho desmedido ou mágoas desnecessárias. Refletir profundamente se estou sendo humana, coerente, compreensiva e ter forças para tentar alcançar uma imperfeição menor.
       Preciso do silêncio para voluntariamente conviver em harmonia com meus anseios, prazeres, esperanças e ilusões ocultas e expressá-las livremente sem medo de julgamentos prematuros e impessoais. Quero entornar em meu peito todas as impressões maravilhosas que me marcaram e tornaram-se belas e indeléveis.
       Preciso do silêncio para agradecer ao Criador a vida a mim concedida, instante de fascínio e sedução usufruídos, o convívio com outros seres humanos que me ensinam o valor da vida, os sofrimentos que me fazem amadurecer positiva e interiormente e a esperança do futuro que me aparece no horizonte brilhante e infinitamente intocável.
       Preciso do silêncio!   Eu preciso...
                                                       
                                                       Vânia Moreira Diniz
                                                        www.vaniadiniz.pro.br

Vânia Moreira Diniz
Enviado por Vânia Moreira Diniz em 13/11/2006
Código do texto: T290052

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vânia Moreira Diniz
Brasília - Distrito Federal - Brasil
24 textos (7238 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:10)
Vânia Moreira Diniz

Site do Escritor