Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

conhecer alguém, pessoalmente



CONHECER ALGUÉM, PESSOALMENTE.



Um dia me perguntaram: “O que é conhecer alguém pessoalmente”? A princípio causou-me espanto aquele questionamento, primeiro porque era feito por alguém que eu conhecera no mundo virtual e de lá ele me fazia tal indagação. Tentei pensar em nosso contexto e explicar–lhe que, conhecer alguém pessoalmente, era conhecer a pessoa no mundo presencial. Entretanto, a resposta não lhe satisfazia. Pensei que talvez a sua lusofonia impedisse o alcance semântico, devido às armadilhas da nossa semelhança lingüística. Não. Ele não queria tais respostas. Era algo mais profundo. E após minhas tentativas fracassadas de explicação, ele ainda insistia: “O que é conhecer alguém pessoalmente”?

Disse-me que fazia tal pergunta, por que como era possível, nós, que nunca nos vimos no mundo real, naquele espaço de tempo, termos desenvolvido uma espécie de sintonia, capaz de um sentir as emoções do outro? Pois, com esse amigo, vivi os melhores momentos de minha vida.

Com esse amigo, descobri potencialidades que teimei em esconder, principalmente no que se referia a viver a minha feminilidade. Suas observações a meu respeito, sua maneira de ver a vida, sua integridade de homem e o seu coração de menino, tudo, me fez acreditar na humanidade e na beleza dos encontros. Ele tocou minh`alma de uma maneira ímpar. Rimos de muitas coisas e sobre elas refletimos também. (Re)descobrimos a linguagem dos poetas e nossos ouvidos se tornaram mais sensíveis às letras das canções, à chuva, às flores, à distância e ao Oceano. O que antes eram apenas acidentes geográficos passou a ser vistos, por nós, como signos de impossibilidades e desejos.

Em tão breve tempo vivemos algo de bonito e puro. Coisas bobas e fúteis,bem como um roteiro de uma “saga” que só a nós dizia algo, ficaram na minha lembrança. Dele, guardo os beijos que nunca foram trocados juntamente com as suas carícias. Dele, guardo as palavras e o som de sua voz aos meus ouvidos, cantando uma música romântica. Dele, são as minhas lembranças e a minha gratidão por ter preenchido uma lacuna na minha vida. Para ele são estas palavras. Porque meu amigo, não está mais entre nós. O destino nos separou e sei que nunca mais vou vê-lo nem poder lhe dizer tudo que ficou em mim silenciado de maneira tão compulsória.

Ás vezes, ele aparece nos meus sonhos e me diz: “ Minha menina, minha bomboca, fica bem”. Estou tentando, meu amor, no entanto você está presente nas músicas, no futebol, nos filmes, nas coisas simples que queria contigo compartilhar. Peço a Deus que te proteja, onde você estiver. Daqui, eu te envio milhentos beijos salgados, porque molhados pelas lágrimas, mas sinceros e agradecidos ao Criador por Ele ter me concedido a honra de ter te conhecido, de você ter me ensinado a olhar para dentro de mim...a olhar o Oceano e por ter ensinado ao meu coração o significado da expressão “conhecer alguém, PESSOALMENTE”.

Safyha
safyha
Enviado por safyha em 18/11/2006
Código do texto: T294948
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
safyha
Salvador - Bahia - Brasil
5 textos (339 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:25)
safyha