Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como a vida passa depressa...

        Parece que foi ontem que aprendi a andar de bicicleta,
        Fazia travessuras e inventava brincadeiras junto dos meus amigos.
        Sinto saudade daquela boa e inocente maneira de enxergar os fatos da vida. Saudades da união que havia
entre os coleguinhas de escola,ou entre a garotada da rua, que às tardes reunia-se para brincar. Aos dias de hoje, seria raro haver todos reunidos, e se houvesse a “mágica” não seria a mesma.
         Aos poucos tornamo-nos "maduros" demais,e não temos mais aquela magia que tínhamos em infância. As brincadeiras tornam-se maliciosas ou então nem produzem um efeito
de satisfação.
         Junto ao tempo vem chegando novas responsabilidades,novos anseios. Começamos a descobrir
um “novo mundo”,onde tudo é diferente  do que imaginávamos quando criança.
         Acomodamo-nos, tudo perde a graça, e conforme aproximamo-nos do fim, mais e mais perdemos o amor, a esperança e a capacidade de sonhar.
         Porém, tudo seria resolvido se voltássemos a ser crianças: despretensiosos, inocentes, piedosos, amantes e sonhadores (simples assim).
          Mas enquanto não mudamos, a vida continua passando depressa.... Ah! Que saudade dos tempos de criança!
                                           texto:Igor I.  Carneiro.
Igor Itabajara Carneiro
Enviado por Igor Itabajara Carneiro em 15/05/2011
Reeditado em 08/02/2017
Código do texto: T2971701
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Igor Itabajara Carneiro
União da Vitória - Paraná - Brasil, 23 anos
8 textos (599 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 11:54)
Igor Itabajara Carneiro