Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A certeza da dúvida

 
Abriu a porta e esqueceu as dúvidas certas, haviam certezas tão cheias de dúvidas para se preocupar, caminhou pela sarjeta com os olhos estatelados nas horas, não haveria muito tempo mais.
Lembrou das cantigas que só ela sabia, das noites em que a tirou da cama; precisava de alguém para conversar, sentiu um arrepio de saudades antecipadas.
Quanto tempo ele guardava dentro de si, e ela, quanto tempo ela ainda teceria lembranças do seu homem, que mesmo longe ainda pairava por tudo ao seu redor.
O corpo esquálido do seu homem que resistiu por décadas, sorria no retrato, parecia ainda chamar por ela, como sempre. Só ela, seu mundo, ele reconhecia.
Perdido em mil indagações, não sabia mais chorar, secara talvez, ele tinha ido embora, e ela ali na sua frente, morria um pouco todo dia, consumida pelo mesmo mal. O que crescia dentro dele? Teria a mesma herança?
Não falava. Pensava somente e amortecia a mente para não mais sentir as dores que não ousava falar pra ninguém.
Fazia silêncio sobre os sentimentos revirados. As dúvidas que insistiam em acordá-lo precisavam se calar, e ele fugia das lágrimas etílicas pra se conformar.
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 01/07/2005
Código do texto: T29786

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55643 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:00)
Angélica Teresa Almstadter